Eleições 2020
Compartilhar

Curitiba elege 38 vereadores nas Eleições 2020; veja resultado

A Câmara Municipal de Curitiba divulgou na noite deste domingo (15) a lista dos vereadores eleitos para os próximos quat..

Jorge de Sousa - 15 de novembro de 2020, 18:45

(Anderson Tozato/CMC)
(Anderson Tozato/CMC)

A Câmara Municipal de Curitiba divulgou na noite deste domingo (15) a lista dos vereadores eleitos para os próximos quatro anos.

O resultado apontou renovação de 47% no legislativo da capital paranaense, com 20 dos atuais 38 vereadores conseguindo a reeleição na eleição municipal deste domingo.

Os vereadores mais votados foram Indiara Barbosa (Novo) com 12.147 votos, Serginho do Posto (DEM) com 10.061 votos, Carol Dartora (PT) com 8.874 votos e Professor Euler (PSD) com 8.315 votos.

Carol Dartora também irá quebrar um tabu e será a primeira vereadora negra da história das magistraturas da Câmara Municipal de Curitiba.

Os candidatos com mais votos e que não conseguiram o mandato foram Ana Julia (PT) com 4.538 votos, Diogo Busse (PDT) com 4.271 votos, Dr. Wolmir Aguiar (Republicanos) com 4.092 votos e Angelo Vanhoni (PT) com 4.034 votos.

CONFIRA A LISTA COMPLETA DOS 38 VEREADORES ELEITOS EM CURITIBA

  1. Indiara Barbosa (Novo) - 12.147 votos
  2. Serginho do Posto (DEM) - 10.061 votos
  3. Carol Dartora (PT) - 8.874 votos
  4. Professor Euler (PSD) - 8.315 votos
  5. Beto Moraes (PSD) - 8.243 votos
  6. Osias Moraes (Republicanos) - 7.837 votos
  7. Pier (PTB) - 7.495 votos
  8. Denian Couto (Podemos) - 7.005 votos
  9. Zezinho do Sabará (DEM) - 6.466 votos
  10. Herivelto Oliveira (Cidadania) - 6.441 votos
  11. Sabino Picolo (DEM) - 6.061 votos
  12. Professora Josete (PT) - 5.856 votos
  13. Marcos Vieira (PDT) - 5.826 votos
  14. Mauro Ignacio (DEM) - 5.755 votos
  15. Marcelo Fachinello (PSC) - 5.326 votos
  16. Renato Freitas (PT) - 5.097 votos
  17. Tico Kuzma (Pros) - 5.038 votos
  18. Toninho da Farmácia (DEM) - 4.853 votos
  19. Tito Zeglin (PDT) - 4.747 votos
  20. Flavia Francischini (PSL) - 4.540 votos
  21. Pastor Marciano Alves (Republicanos) - 4.483 votos
  22. Noemia Rocha (MDB) - 4.439 votos
  23. Dalton Borba (PDT) - 4.428 votos
  24. João da Loja 5 Irmãos (PSL) - 4.423 votos
  25. Sargento Tania Guerreiro (PSL) - 4.422 votos
  26. Alexandre Leprevost (Solidariedade) - 4.385 votos
  27. Oscalino do Povo (Progressistas) - 4.093 votos
  28. Ezequias Barros (PMB) - 4.091 votos
  29. Nori Seto (Progressistas) - 4.085 votos
  30. Maria Leticia (PV) - 4.019 votos
  31. Jornalista Marcio Barros (PSD) - 3.946 votos
  32. Eder Borges (PSD) - 3.932 votos
  33. Mauro Bobato (Podemos) - 3.892 votos
  34. Sidnei Toaldo (Patriota) - 3.618 votos
  35. Hernani (PSB) - 3.136 votos
  36. Amália Tortato (Novo) - 3.092 votos
  37. Leonidas Dias (Solidariedade) - 2.704 votos
  38. Salles do Fazendinha - 2.527 votos

BANCADA DE RAFAEL GRECA DEVE TER 16 PARLAMENTARES NA CÂMARA MUNICIPAL

O prefeito reeleito de Curitiba, Rafael Greca, deve ter a princípio 16 vereadores em sua base aliada na Câmara Municipal de Curitiba no início do mandato.

Essa conta soma os vereadores eleitos do DEM, PSD, Progressistas, PSB, PTB, PSC, Cidadania e Republicanos. Os demais parlamentares teriam que ser agregados mediante negociações entre bancadas.

O atual líder de Rafael Greca na Câmara de Curitiba, Pier Petruzziello, conseguiu a reeleição, fator positivo para as negociações de Greca no plenário.

APENAS SEIS PARLMAMENTARES NÃO TENTARAM A REELEIÇÃO NESTAS ELEIÇÕES

Dos 38 vereadores da Câmara Municipal de Curitiba, apenas seis parlamentares não tentaram a reeleição nas eleições deste ano.

Cristiano Santos (PV), Dona Lourdes (PSB), Fabiane Rosa (sem partido), Julieta Reis (DEM) e Maria Manfron (PP) optaram por não buscar a reeleição, enquanto Jairo Marcelino faleceu em decorrência da Covid-19 durante a campanha por um novo mandato.

Mas o pai de Cristiano Santos, o ex-vereador e ex-deputado estadual Roberto Acioli (PV), e o filho de Julieta Reis, Rodrigo Reis (PSL), tentaram manter suas 'famílias' dentro da Câmara Municipal, mas apenas Reis conseguiu o mandato.

Já o caso de Fabiane Rosa está ligado a expulsão da parlamentar do PSD após acusação do crime de 'rachadinha' na Câmara Municipal. Sem partido, a candidata não conseguiu fazer seu registro em tempo hábil de participar dessas eleições municipais.

LEIA MAIS: Siga a apuração e confira os resultados das Eleições 2020