Veja como foi o primeiro horário eleitoral dos candidatos à prefeitura de Curitiba na TV

Redação

horário eleitoral curitiba

A primeira propaganda eleitoral gratuita veiculadas pelos candidatos à prefeitura de Curitiba foi veiculada no início da tarde desta sexta-feira (9). Confira como cada um usou o tempo destinado.

O horário eleitoral acontece a partir de hoje até o dia 12 de novembro, de segunda a sábado. Na rádio, as propagandas dos candidatos acontecem das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. Na televisão, os horário são das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40. O espaço nos meios de comunicação é garantido pela Lei nº 9.504/1997, art. 47, caput, e art. 51 e determinado conforme o Calendário Eleitoral definido pela Resolução TSE nº 23.627/2020.

Vale lembrar que a divisão do tempo está da seguinte forma:

  1. Rafael Greca (DEM) – 3 minutos e 16 segundos.
  2. Fernando Franchischini (PSL) – 1 minuto e 58 segundos;
  3. Paulo Opuszka (PT) – 1 minuto e quatro segundos;
  4. Christiane Yared (PL) – 50 segundos;
  5. João Arruda (MDB) – 42 segundos;
  6. Goura (PDT) – 35 segundos;
  7. Carol Arns (Podemos) – 23 segundos;
  8.  João Guilherme (Novo) – 19 segundos;
  9. Letícia Lanz (PSOL) – 16 segundos;
  10. Camila Lanes (PC do B) – 16 segundos
  11. Marisa Lobo (Avante) – 12 segundos;
  12. Professor Mocellin (PV) – nove segundos;

Os candidatos Diogo Furtado (PCO), Eloy Casagrande (Rede), Professora Samara (PSTU) e Zé Boni (PTC) não têm tempo de propaganda eleitoral porque a divisão de tempo entre os partidos leva como base o número de deputados federais eleitos na última eleição (2018). Já como essas legendas não tiveram o mínimo de quatro deputados eleitos, não terão tempo.

O Paraná Portal incluiu as propagandas dos candidatos que publicaram o próprio vídeo nas redes sociais até o fechamento dessa matéria. Caso outros candidatos postem, o espaço será atualizado. Os candidatos Eloy Casagrande (Rede), Letícia Lanz (PSOL) e Marisa Lobo (Avante), que tinham horários definidos, não tiveram a propaganda veiculada.

JOÃO ARRUDA (MDB)

O primeiro a aparecer na telinha foi João Arruda, candidato do MDB. Ele ressaltou que exerceu dois mandatos como deputado federal e afirmou que pretende ter “soluções modernas para problemas antigos” e que vai fazer com que Curitiba dê um passo à frente.

Estou fazendo a minha campanha de dentro da minha casa, no meu escritório, que se tornou um estúdio de gravação.É uma campanha modesta, sem grandes produções, mas pensada para Curitiba e todos os curitibanos. Teremos pouco tempo de televisão, mas estou me dedicando fortemente para levar todas as nossas propostas da melhor maneira para você. Estou dando o meu melhor para uma Curitiba melhor para todos.Assista aos programas, conheça as minhas propostas, colabore com suas dúvidas e sugestões. E nos ajude a levar essa campanha e as nossas propostas a mais gente.Vamos juntos tornar Curitiba uma cidade mais humana, mais justa e mais colaborativa. Estou aqui pra isso. Conte comigo como eu conto com você.#joaoarruda15 #eleicoes2020 #curitiba #umpassoafrente

Publicado por João Arruda em Sexta-feira, 9 de outubro de 2020

FERNANDO FRANCISCHINI (PSL)

Um dos favoritos ao segundo turno, segundo a pesquisa Ibope, o Delegado Francischini abriu seu horário falando sobre a pandemia de covid-19 afirmando que tem “respeito e carinho por todos aqueles que sofreram e sofrem” com a pandemia e que admira quem está na linha de frente no combate à doença.

A sua mulher, Flávia, deu uma breve declaração afirmando que ele que será um prefeito “forte, mas sensível e preocupado com problemas das pessoas”.

Por fim, as críticas indiretas ao atual prefeito, Rafael Greca, também apareceram. “Não acredito na arrogância, em pessoas que se julgam donas da verdade, ou no caso de Curitiba, donas de uma cidade”. Além disso, afirmou que a arrogância fez com que a atual gestão tomasse decisões sem critérios técnicos contra a covid-19. “Não quero me esconder atrás de ironias e piadas”, completou o candidato do PSL.

CHEGOU A HORA CURITIBANOS! VAMOS JUNTOS MUDAR CURITIBA

EXCLUSIVO!!!!PRIMEIRO PROGRAMA ELEITORAL DO FRANCISCHINI 17, PREFEITO DE CURITIBA!!!!#Francischini17 #CuritibaFeiitaPorVC #Curitiba❤17

Publicado por Delegado Francischini em Sexta-feira, 9 de outubro de 2020

PAULO OPUSZKA (PT)

O candidato do PT também atacou a atual gestão ao afirmar que “não adianta maquiar a cidade” ao falar sobre a desigualdade. Também ressaltou o urbanismo, cultura, meio ambiente e a gente trabalhadora, dizendo que os curitibanos são “conhecidos no mundo”.

Por fim, apresentou que é advogado trabalhista e professor universitário e emplacou a pergunta “partiu fazer a Curitiba que cuida da gente?”.

PROFESSOR MOCELLIN (PV)

Com poucos segundos de tela, o candidato do PV limitou-se a dizer que é professor e pretende fazer uma Curitiba mais sustentável.

CAROL CARNS (Podemos)

Sem grandes segundos, Carol Arns mostrou que sabe tocar piano e também ressaltou a imagem da família. Apresentou seu marido, filhos e mostrou que é filha do senador Flávio Arns.

CAMILA LANES (PCdoB)

A candidata mais jovem da disputa eleitoral em Curitiba teve poucos segundos, mas já apresentou que pretende destacar a Educação. Contudo, foi a propaganda que teve um corte pela limitação do tempo.

RAFAEL GRECA (DEM)

O atual prefeito esbanjou tempo de tela já que é o único candidato com mais de três minutos. Greca começou a propaganda falando da distância que a covid-19 impôs à sociedade, mas que Curitiba é maior que qualquer dificuldade,

“Muitos se foram, mas muitos voltaram para casa”, ressaltou Greca. Além disso, afirmou ao telespectador: “Não é pra saber se eu fico, é pra saber como fica a sua vida”, disse ele ao indicar que ele sabe como fazer o que uma cidade precisa.

Com tanto tempo, Greca ainda soltou a frase “minha amada Curitiba”, um dos seus bordões mais conhecidos, antes de apresentar um homem infectado por covid-19 que ficou internado por 22 dias. O sujeito relatou que recebeu ligação do prefeito para saber como teria sido o atendimento. Anteriormente, Greca assegurou que não faltou nada em Curitiba durante a pandemia.

Por fim, o candidato do DEM também exaltou o slogan e veiculou uma música de campanha.

GOURA (PDT)

O candidato a aparecer na propaganda eleitoral foi Goura. Com fotos antigas, mostrou sua evolução e afirmou que “política é forma de transformação”

O candidato ressaltou estar compromissado com o cuidado com as pessoas e a Saúde. Por fim, convidou os telespectados a participarem da construção de uma cidade para todos.

CHRISTIANE YARED (PROS)

história. “tudo aquilo aconteceu. Pude transformar um inverno em uma sementinha de primavera.

essa fé absoluta. Mulher, mãe, chefe. Convidou a conhecer as propostas

JOÃO GUILHERME (NOVO)

Quem fechou a primeira propaganda eleitoral foi João Guilherme, que falou em devolver a esperança e convidou todos a buscarem pelas redes sociais.

Previous ArticleNext Article