Eleições 2020: Veja o que Zé Boni pretende fazer se for eleito prefeito de Curitiba

Redação

zé boni, candidato a prefeito, ptc

Zé Boni é candidato a prefeito de Curitiba pelo PTC (Partido Trabalhista Cristão) nas Eleições 2020. Ao Paraná Portal, ele falou sobre o que pretende fazer caso seja eleito, abordou suas principais propostas e como pretende agir durante o pós-pandemia.

1. Por que o senhor acredita que deve assumir a Prefeitura de Curitiba?

Zé BoniEu me sinto preparado para assumir este grande desafio. Visitei todos os bairros e vilas de nossa cidade ao longo de 2019 e 2020 durante minha pré-campanha, me reunindo com famílias e moradores de Curitiba. Nestas visitas levantei todas as demandas que a população curitibana anseia. Montamos uma comissão de técnicos especialistas que, acreditando no projeto de transformação de nossa capital, receberam as demandas colhidas e formatamos o melhor plano de governo da história de Curitiba.

Com base nisso posso afirmar que sou o mais preparado para dar resposta ao que o nosso povo quer: mudança com qualidade. Além disso, sou o único candidato a Prefeito que realmente visitou Curitiba. Muitos que estão no pleito conhecem de ouvir falar, sequer enviaram assessores ouvir o povo, ou seja, são mais do mesmo e não poderão melhorar a vida de nossa gente

2. Quais são os principais desafios que o senhor deverá enfrentar no caso de ser eleito?

Zé Boni: O principal desafio que enfrentaremos é colocar Curitiba novamente na vanguarda de seu tempo, ser exemplo em tantas áreas como foi no passado. Temos que pensar nas próximas gerações. Temos que pensar na educação, saúde, segurança, mobilidade, ação social, geração de empregos e renda.

Curitiba precisa avançar, e para isso é necessário energia, velocidade, disposição e juventude para dar conta de responder as demandas de nossa cidade. Curitiba não pode continuar vivendo de velhas ideias, é necessário renovar. Para cada um destes desafios citados tenho um plano factível e exequível em meu plano de governo. Acesse o plano de governo em www.zeboni.com.br

3. Destaque suas principais propostas para resolver os problemas que o senhor acredita que a cidade possui?

Zé BoniDestacarei 3 áreas inicialmente:

  • SAÚDE: nosso plano contempla a criação de uma UPA central para desafogar as regionais; possibilidade do cidadão ser atendido em outra regional em caso de superlotação ou longas filas de espera, dando agilidade nos atendimentos; sistema de gerenciamento com inteligência artificial para gestão dos estoques, pessoal e atendimento ao público capaz de dar conta das demandas; possibilidade de remanejamento de estoques entre farmácias das unidades de saúde para que o cidadão não saia sem seu medicamento; mutirões de atendimentos normais e de especialistas, bem como para cirurgias, afim de zerar as filas.
  • EDUCAÇÃO: o desafio é a criação de mais salas de aula, pois não é possível manter a superlotação que já existia em nossas salas de aula antes da pandemia. Zerar a fila por vagas para crianças de zero a quatro anos nos CMEIs. Implantarei escolas integrais em todos os bairros da capital, bem como o ensino bilíngue na rede municipal. Adequarei todas as escolas do município para dar acessibilidade, com reformas e ampliações de banheiros e rampas de acesso.
  • SEGURANÇA: contratação imediata de 1.000 novos Guardas-Municipais via concurso público no primeiro ano do meu governo. Investirei em novas tecnologias para ações de prevenção à vida. Darei qualidade de vida aos servidores da área de segurança, com atendimento psicossocial aos que necessitam, bem como horas de treinamento em academias contadas como horas trabalhadas para que tenhamos profissionais bem preparados para garantir da segurança em nossa cidade.

4. Como o senhor pretende trabalhar junto aos governos estadual e federal na administração da cidade?

Zé Boni: Trabalharei em parceria com o governo Federal e Estadual. Independente de partidos, viso o bom relacionamento para que nossa gente e nossa capital possa ser beneficiada e avance em meu governo. É preciso manter o respeito às autoridades e isso é básico. O bem maior da população é superior e primordial, acima de qualquer influências políticas que possam afetar o desenvolvimento do trabalho.

5. O que o senhor fará para gerar empregos e renda já que os próximos anos deverão ser difíceis devido aos impactos da pandemia?

Zé Boni: No capítulo 14 do meu plano de governo trato disso. Vivemos um ano atípico com a pandemia. Os micro e pequenos empresários foram muito impactados e a atual gestão debochou destes, ajudando os gigantes empresários do transporte público e deixando inúmeros pequenos empresários à deriva, sem nenhum tipo de auxílio, gerando o desemprego de milhares de pais e mães de família. Nossa cidade perdeu muito.

Tenho o compromisso de incentivar e desenvolver o empreendedorismo, abrir linhas de crédito, baixar os impostos municipais, renegociar dívidas tributárias municipais, tudo para desafogar o micro e pequeno empresário, dando a eles condições de gerar empregos e com isso movimentar a economia. Será necessário para isso desinchar a máquina pública, diminuindo em 50% os cargos em comissão, reduzindo secretarias e cortando privilégios. Cortar na carne de máquina pública é o primeiro passo para que tenhamos recursos para investir onde é necessário.

Para acompanhar o candidato, siga ele no Facebook e no Instagram.

Previous ArticleNext Article