Com mistério na escalação, Paraná Clube recebe o Luverdense

Francielly Azevedo


Após dois tropeços, o Paraná Clube tem a chance de voltar a vencer para continuar vivo na luta pelo acesso a Série A. Uma derrota para o Luverdense, nesta sexta-feira (10), às 21h (horário de Brasília), na Vila Capanema, pode complicar a vida do Tricolor. O técnico Matheus Costa fez mistério em relação a equipe titular e deve promover apenas uma alteração.

A equipe paranista é a quarta colocada, com 56 pontos. Porém tem o Oeste coladinho, na quinta posição, também com 56 pontos. Vila Nova vem logo atrás, na sexta posição, com 53 pontos. E com a derrota para o Brasil de Pelotas viu o Londrina se aproximar, na sétima posição, com 52 pontos.

O árbitro Bruno Arleu de Araújo comanda o duelo com o Luverdense, auxiliado por Luiz Cláudio Regazone e Eduardo de Souza Couto, ambos do Rio de Janeiro.

Equipe

O técnico Matheus Costa preferiu manter segredo em relação a equipe titular, principalmente porque alguns jogadores são dúvida em função do desgaste físico.

“Nós temos todos os atletas à disposição. Temos algumas dúvidas. Mas eu peço a compreensão, pois não vou revelar a equipe que vai iniciar o jogo. Independente do time que for começar a partida, podem ter certeza que será um grupo que vai brigar muito em cada metro quadrado desse gramado. Tenho total convicção que amanhã, nós vamos buscar essa vitória”, disse Matheus.

Apesar de não revelar a equipe, é provável que o atacante Alemão passe a ocupar o banco de reservas. Dessa maneira, Vitor Feijão iniciará a partida formando o trio ofensivo com João Pedro e Robson.

Além disso, existem as especulações pelo retorno do volante Leandro Vilela, que estava em tratamento no departamento médico. Porém, a meia cancha deve ser mantida com Gabriel Dias, Vinicius Kiss e Renatinho.

De olho no adversário 

Se o Paraná luta para se manter no topo, o Luverdense batalha para não cair. Com 40 pontos, o Verdão do Norte é o primeiro fora da zona de rebaixamento, na 16ª posição e possuindo a mesma pontuação do 17º colocado, o Boa Esporte.

A equipe do técnico Júnior Rocha vem de três jogos sem derrotas, são dois empates e uma vitória. O treinador deve manter a base da equipe e entrar em campo com Diogo Silva; Aderlan, Pablo, William e Paulinho; Ricardo, Marcos Aurélio, Douglas Baggio e Sergio Mota; Rafael Ratão e Alfredo.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.