Em casa, Paraná Clube faz “final antecipada” com o Vila Nova

Francielly Azevedo


Restam sete jogos para o Paraná Clube na luta pelo acesso e o mais importante deles é nesta terça-feira (24) diante do Vila Nova, sob mando paranista, às 21h30 (horário de Brasília), pela 32ª rodada. Se vencer, o Tricolor pode abrir uma vantagem boa vantagem na tabela.

O duelo é considerado pelas duas equipes como uma final antecipada da competição. O Paraná ocupa a quarta posição, com 53 pontos. Caso a equipe paranista vença, abrirá cinco pontos de vantagem do Vila Nova, que atualmente é o primeiro fora do G4. A vantagem para o quinto colocado pode terminar em quatro pontos ao fim da rodada, se o Oeste vencer o Brasil de Pelotas, na sexta-feira.

O árbitro Marcelo Aparecido de Souza apita a partida, auxiliado por Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo.

A equipe

O técnico Matheus Costa tem o retorno de três atletas que estavam suspensos: o lateral-direito Cristovam, o meia Renatinho e o atacante Alemão. Os dois últimos são dúvidas em função de microlesões, foram reavaliados pelo departamento médico, mas podem não atuar. Com isso, na vaga de Renatinho o provável seria a entrada Murilo Rangel e no lugar de Alemão, Rafhael Lucas.

Além deles, o meia atacante João Pedro também está sob análise do DM. O atleta saiu machucado do empate com o América-MG. Dois jogadores são cotados para substituí-lo: Felipe Alves ou Giovanny.

O meia Vinicius Kiss também passa por reavaliação médica por contusão. Se ele não atuar, Luiz Otávio deve ocupar a vaga de volante titular mais uma vez.

O desfalque certo é Robson. O atacante recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso.

Dessa maneira o Paraná entraria em campo com Richard; Cristovam, Brock, Maidana e Igor; Vinicius Kiss (Luiz Otávio), Gabriel Dias, Renatinho (Murilo Rangel) e João Pedro (Felipe Alves ou Giovanny); Vitor Feijão e Alemão (Rafhael Lucas).

De olho no adversário

O Vila Nova ocupa a quinta posição na tabela, com 51 pontos, e está vivo na briga por uma vaga entres os quatro primeiros. Doido para roubar a vaga do Tricolor no G4, o time goiano vem de três partidas sem perder (dois empates e uma vitória).

O técnico Hemerson Maria não poderá contar com o zagueiro Alemão, que está suspenso. Wesley Matos deve entrar no lugar do defensor.

Luis Carlos; Maguinho, Wesley Matos, Brunão e Gastón Filgueira; PH, Geovane, Alan Mineiro, Mateus Anderson e Alípio; Lourency (Moisés)

 

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.