Gol do milhão? Saiba quanto vai render o gol de Alemão ao Paraná Clube

Francielly Azevedo


O Paraná Clube iniciou ontem a sua trajetória na Copa do Brasil e só de participar da primeira fase já faturou R$ 880 mil. O time estava desclassificado até os 46 minutos do segundo tempo, quando o lateral-direito Alemão mandou uma bomba, determinou o empate em 1 a 1 com o URT-MG e a permanência no torneio. Além disso, o gol salvador também garantirá uma bolada aos cofres paranista, que deve entrar na conta nos próximos dias.

A Copa do Brasil ganhou ainda mais importância desde que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou, em dezembro, um aumento significativo nos valores das cotas de participação dos clubes. Os times são divididos em três grupos (I, II e III) nas categorias criadas pela CBF para as premiações.  O critério para disposição nos grupos é o Ranking Nacional de Clubes da CBF 2018.

Com o retorno a Série A, o Paraná foi promovido ao Grupo II e assim já terá em conta R$ 950 mil apenas por participar da segunda fase. E o cofrinho fica ainda mais atrativo se o Tricolor seguir para a terceira fase. Caso isso aconteça, com o time eliminando o Sampaio Corrêa, adversário na segunda fase, o clube receberá mais R$ 1,4 milhão.

 

Cofre recheado

Os valores aumentam de acordo com o avanço na competição: R$ 1,8 milhão na quarta fase, R$ 2,4 milhões nas oitavas de final, R$ 3 milhões nas quartas e R$ 6,5 milhões na semifinal. Quem ficar com o troféu levará para casa R$ 50 milhões. Um acréscimo de 733,33% em relação ao ano passado.

 

Como funciona o ranking

A CBF pegou as 80 equipes que disputam a primeira fase da Copa do Brasil e separou em três grupos. Dessa maneira, os primeiros 15 colocados desse ranking formam o Grupo I. O Grupo II é composto por times da Série A que não estão entre os 15 melhores (caso do Paraná) e o Grupo III abriga os demais clubes.

Os times do Grupo I recebem a maior quantia em dinheiro caso passem da primeira fase. Já os times do grupo II recebem R$ 120 mil a menos e os do grupo III recebem metade do valor dos times do grupo I.

Na segunda fase os times do Grupo II, caso avancem de fase, recebem R$ 250 mil a menos que os clubes do Grupo I. Enquanto os times do Grupo III continuam recebendo a metade dos times do Grupo I.

A partir da terceira fase, independente de grupo, os valores se igualam.

Previous ArticleNext Article
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="484724" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]