Londrina: o título da Primeira Liga e a despedida de Tencati

Francielly Azevedo


Por Francielly Azevedo e Roger Pereira

O Londrina não conseguiu a classificação para a Série A, mas não tem o que reclamar de 2017. Campeão da Copa Primeira Liga invicto, o Tubarão encerrou uma era sob o comando de Claudio Tencati e inicia agora uma nova trajetória.

Foram seis anos e sete meses como técnico do Londrina e Tencati não poderia se despedir sem dar alegrias ao torcedor alviceleste. Mas não foi fácil.

Em fevereiro, a equipe foi eliminada da Copa do Brasil pelo Gurupi-TO, sendo derrotada por 2 a 1 e precisando apenas de um empate para avançar à próxima fase. Em abril pelo Paranaense, o LEC perdeu por 3 a 1 para o J.Malucelli e ia dando adeus ao estadual. Mas, uma semana depois, o Jotinha foi punido pela escalação irregular do atacante Getterson e abriu espaço para o Rio Branco. O Tubarão passou de fase ao vencer a equipe litorânea, mas terminou eliminado nas semis pelo Atlético-PR. Com isso, ficou com a disputa do título do interior e levou a melhor ao derrotar o Cianorte.

Na Primeira Liga, após eliminar os gigantes Fluminense e Cruzeiro, em um estádio do Café lotado, o LEC segurou a pressão do Atlético-MG e César nos pênaltis defendeu dois para levantar a taça.

O Londrina ainda lutou até o fim por um espaço na Série A do Brasileiro. Com resultados empolgantes após o título, disputou a vaga com o Paraná Clube, mas deixou a oportunidade passar ao empatar com o América-MG na penúltima rodada.

 

 

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.