Presidente vê título estadual como ‘principal objetivo’ do Paraná

Vinicius Cordeiro



O presidente do Paraná, Leonardo Oliveira, declarou que o título do Campeonato Paranaense 2019 é a meta do clube neste momento. Em entrevista exclusiva à Rádio Banda B, o dirigente também lembrou que o Tricolor não conquista o título paranaense há 13 anos.

“Hoje a nossa meta é ser campeão paranaense. Não vencemos desde 2006, é o nosso principal objetivo neste momento”, declarou o mandatário.

Na Taça Barcímio Sicupira, o primeiro turno do Estadual, o time paranista ficou na terceira posição do Grupo B e não chegou a conquistar vaga na semifinal. Após a eliminação precoce, o técnico Dado Cavalcanti afirmou que espera mais competência da equipe para classificar ao mata-mata do segundo turno, a Taça Dirceu Krüger.

O Tricolor dá a largada na disputa contra o FC Cascavel. O jogo está marcado para o próximo sábado (9), às 16h, na Vila Capanema.

Venda de Jhonny 

Jhonny Lucas não teve sua transferência concretizada nessa janela. Foto: Geraldo Bubniak /AGB

Leonardo Oliveira também falou que o volante Jhonny Lucas está reintegrado ao Paraná e está à disposição do treinador Dado Cavalcanti. Com contrato até dezembro de 2020, o jogador de 19 anos ficou de fora da disputa da Taça Sicupira por causa das negociações. Entretanto, a diretoria tricolor não conseguiu concretizar a saída do atleta promissor antes do término da janela de transferências.

“Tivemos algumas situações que foram avaliadas, foram descartadas e temos algumas outras em negociação. Em virtude disso, ele ficou afastado no Paranaense por questão de respeito. Ele está reintegrado, apto a jogar e isso não suspende as negociações. Até este momento não tem nada fechado”, disse o presidente.

O destino de Jhonny Lucas mudou bastante. Além do interesse do Vasco, também especulou-se a venda para o futebol italiano, com suposta sondagem da Juventus, e do futebol português, onde iria atuar no Sporting Braga. No Brasil, o clube mais interessado em contar com o jogador foi o Vasco.

“Proposta oficial de dentro do Brasil nós tivemos uma. Tiveram sondagens de diversos clubes, mas a única proposta não nos agradou. As que tratamos com clubes de fora são mais atrativas e por disso estão sendo trabalhadas com prioridade”, completou Oliveira.

A venda do jogador é vista como fundamental para as finanças do clube. Segundo o site transfermkt, Jhonny é avaliado em € 800 mil, mas a transferência deverá chegar na casa dos 2 milhões de euros. Além da pouca idade e seu potencial, Jhonny é valorizado por ser convocado para a seleção brasileira de base e já ter sido chamado por Tite para treinar com a seleção principal.

Previous ArticleNext Article