Corinthians volta a vencer e abre 10 pontos na liderança

Roger Pereira


Quando o Corinthians oscilou (três derrotas nas últimas quatro partidas) os rivais não aproveitaram. Nesta 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, Grêmio e Santos perderam e o Timão não desperdiçou a oportunidade de aumentar, ainda mais, a confortável vantagem que tem na liderança da competição. Jogando em casa, o Corinthians fez o suficiente para, no sufoco, bater o Vasco por 1 a 0 com um polêmico gol de Jô, já que o atacante usou o braço para empurrar a bola para as redes.

A arbitragem polêmica foi o grande personagem do jogo. Antes do gol de mão de Jô, o Corinthians teve dois pênaltis não marcados num primeiro tempo de amplo domínio do Timão, com o Vasco só ameaçando em chutes de fora da área.

No segundo tempo, o Vasco se fechou ainda mais, criando bastante dificuldade para o ataque paulista, que só conseguiu furar o bloqueio com o braço de Jô. Aos 28 minutos, Marquinhos Gabriel fez boa jogada pela ponta esquerda e cruzou fechado no segundo pau, Jô chegou na bola e usou o braço para empurrá-la para o gol, na frente do árbitro auxiliar, que nada assinalou.

Depois de muita reclamação, em vão, o Vasco se abalou e pouco conseguiu produzir nos minutos finais. O Corinthians teve algumas chances para fazer o segundo, mas não aproveitou.

Com a vitória, o líder do campeonato chega a 53 pontos, 10 a mais que o Grêmio, segundo colocado, que perdeu em casa para a Chapecoense.

Abriu mão?

Vice-líder do campeonato, mas focado nas quartas de final da Libertadores da América, o Grêmio deu sinais, neste domingo, que, enquanto estiver disputando a competição continental, o Brasileirão está em segundo plano. Assim como fez contra o Atlético-PR há três rodadas, o tricolor gaúcho colocou em campo uma equipe reserva diante da Chapecoense, em Porto Alegre e acabou derrotado, 1 a 0, com gol de Arthur. Melhor para a Chape, que não tem nada com isso e conseguiu uma importante vitória para saltar quatro posições e deixar a zona do rebaixamento.

São Paulo respira

Em confronto direto de times na zona do rebaixamento, o São Paulo conseguiu um vitória fundamental diante do Vitória, no Barradão. Depois de um primeiro tempo morno, Dorival Junior lançou Cueva ao jogo no segundo tempo, e o peruano mudou a cara do time do São Paulo. Ele já tinha deixado os atacantes tricolores na cara do gol por duas oportunidades quando, aos sete minutos, cobrou escanteio na cabeça de Éder Militão. Aos 36 minutos, de novo de escanteio, Cueva cobrou fechado, a bola desviou em dois zagueiros do Vitória e entrou. O time baiano conseguiu diminuir com Tréllez, aos 43’, assustando o São Paulo, que na rodada passada vencia a Ponte Preta por 2 a 0 e cedeu o empate no final. Mas, desta vez, o Tricolor soube controlar o jogo nos últimos minutos e levou três pontos importantes, que o fazem saltar para a 17ª posição, com 27 pontos.

Com as vitórias de São Paulo e Chapecoense, o Coritiba, que enfrenta o Palmeiras nesta segunda-feira, no complemento da rodada, voltou para a zona de rebaixamento. Hoje, o Coxa é o 18º, com os mesmos 27 pontos do São Paulo.

Flamengo afunda o Sport

O pior time do returno do campeonato é o Sport. O time do técnico Vanderlei Luxemburgo somou apenas um ponto nas cinco partidas do segundo turno e despenca perigosamente rumo à zona de rebaixamento, O time pernambucano, que já esteve no G-6, agora é 12º colocado, com 29 pontos, apenas a dois da ZR.

Neste domingo o Sport foi a Rio de Janeiro, encarar um Flamengo dividido entre a final da Copa do Brasil e o Brasileirão. Mas, com força máxima em campo, o time carioca nem precisou ogar bem para vencer. Ao natural, fez 2 a 0 sobre os pernambucanos, com boa atuação de Éverton Ribeiro, autor do segundo gol do Flamengo, depois de Guerrero ter aberto o placar.

Com a vitória, o Flamengo chega à quarta posição do campeonato, com 38 pontos.

 

No complemento da rodada, às 19h, o Cruzeiro confirmou sua posição dentro do G-6 (é o sexto, com 37 pontos), ao derrotar o Bahia, por 1 a 0, no Mineirão. Depois de Thiago Neves perder pênalti no primeiro tempo, Léo de cabeça fez o gol salvador da Raposa, que ainda teve que segurar a pressão dos baianos no final, jogando com um a menos, pois Lucas Silva foi expulso. Com a derrota, o Bahia caiu para 16º, com 27 pontos e precisa secar o Coritiba, nesta segunda-feira, para não terminar a rodada na zona do rebaixamento.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="455151" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]