Londrina tenta embalar diante da Ponte

Roger Pereira


A vitória sobre o Paysandu, na última rodada, além de quebrar uma série de três tropeços, tirou o Londrina da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. Agora, o Tubarão tem mais um jogo em casa para tentar embalar e abrir vantagem sobre os quatro últimos colocados. Na Super Terça da Segundona, o Londrina recebe a Ponte Preta, no Estádio do Café, às 19h15, desta terça-feira. Uma vitória pode levar o time paranaense até a 11ª posição do campeonato, abrindo uma distância tranquila para a ZR. Mas um tropeço pode fazer o fantasma do rebaixamento voltar a rondar a cidade do norte do estado. Hoje em 14º, com 24 pontos, o Tubarão tem apenas um ponto de vantagem para o Brasil de Pelotas, o 17º.

Mesmo jogando fora de casa, o adversário promete dar trabalho ao Londrina. Ocupando a sexta posição do campeonato, com 32 pontos, a Ponte Preta está a apenas um ponto do G4 e, vindo de duas vitórias seguidas, quer emendar o terceiro triunfo para entrar no grupo de acesso à Série A. Mesmo assim, o treinador do Londrina, Roberto Fonseca, se mostra otimista, pois acredita que a equipe alcançou o nível de entrega necessário para alcançar os objetivos da temporada. “Nós havíamos prometido, nos comprometido que iríamos fazer e ter uma doação dentro de campo. Nós precisávamos disso, de ter essa intensidade…O Londrina tem uma das equipes mais técnicas dos últimos anos, e estava faltando uma entrega, uma doação. Acredito que a gente conseguiu as duas coisas”, disse.

Para a partida diante da Ponte, o treinador não poderá contar com Luizão, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Para ocupar a sua vaga, três jogadores aparecem como opção: Matheus Mancini, que chegou na última semana para reforçar a equipe; Dirceu, que está liberado pelo departamento médico após lesão na panturrilha, e Silvio.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal