Maior jogo da história do clube, Toledo quer surpreender Coritiba e conquistar título no Couto

Vinicius Cordeiro


O Toledo enfrenta o Coritiba pela final da Taça Barcímio Sicupira, o primeiro turno do Campeonato Paranaense 2019, neste domingo (24). O duelo está marcado para às 17h, no Couto Pereira, e pode ser tornar um feito histórico para o Porco.

Caso surpreenda o Alviverde, o time comandado por Agenor Piccinin não só apenas ocupa o primeiro lugar da grande decisão do Estadual. O clube se livra de qualquer possibilidade de ser rebaixado para a Divisão de Acesso, segunda divisão do futebol paranaense, e ainda conquista vaga em duas competições do ano que vem: a Série D do Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil.

Para se ter noção, o único torneio a nível nacional que o clube disputou foi a Série C em 2008, quando ainda se chamava Toledo Colônia Work. Desde lá, o time mudou de nome duas vezes e luta apenas nas competições regionais.

“É uma importância muito grande. É a primeira decisão da história do clube para conquistar alguma coisa e o título seria histórico. É uma campanha de clube que era candidato a descenso e tudo isso tem um planejamento. Uma palavra que usamos muito aqui é que confiança. Tem que acreditar”, avalia o treinador.

Foto: Vinicius do Prado

 

Duelo dos invictos

Curiosamente, o confronto põe as duas equipes que ainda não perderam na competição. Toledo e Coxa somam duas vitórias e cinco empates, com classificações nos pênaltis na semifinal. O Toledo teve a segunda melhor defesa da competição na fase de grupos, ao lado do FC Cascavel (eliminado pelo Coxa na semifinal) e atrás do Cianorte, que não chegou ao mata-mata. Já o Alviverde tem o melhor ataque, com nove gols em sete jogos.

Vale lembrar que Porco e Coxa já se enfrentaram neste Paranaense. Pela terceira rodada, o time do Oeste arrancou o empate sem gols no Alto da Glória e agora quer provar que evoluiu ainda mais.

“Não é uma equipe que está apenas invicta, mas que está jogando um bom futebol. O time amadureceu dentro da competição. Jogamos um primeiro turno fortíssimo, contra times de Série B, e temos sete jogos invictos. É uma equipe disciplinada e que está mais consciente, que não tem tanta pressa para atacar”, disse Piccinin.

Apesar do Coxa ter confirmado o técnico Matheus Costa, que assumiu o cargo interinamente após a demissão de Argel Fucks, ainda é esperado que o clube do Alto da Glória anuncie um novo treinador antes do jogo.  Para o rival do Oeste, o possível acerto com um novo técnico não vai influenciar a vida do Toledo.

“Não vai pesar. Isso tudo é resolvido em etapas. A comissão nova pode mudar a partir de segunda-feira. Quem está aí ganhou a vaga na final contra o Cascavel e fez por merecer”, completou Piccinin.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="595982" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]