“Nossa equipe deixou a desejar em muitos momentos”, afirma Jonathan sobre Atlético-PR

Francielly Azevedo

Após a conquista do título do Grêmio na Copa Libertadores e da possibilidade do Flamengo conquistar o troféu da Sul-Americana, o Atlético-PR reascendeu uma faísca de esperança de disputar a Libertadores no ano que vem. Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (1), o lateral Jonathan disse que se a classificação não acontecer será reflexo dos “vacilos” que a equipe teve durante o ano.

Para o rubro-negro a receita complexa, mas não impossível. Para conseguir uma vaga na Libertadores o Atlético teria que primeiro torcer para que o G8 se transformasse em G9, o que acontece se Flamengo for campeão da Sul-Americana. Depois disso, além de vencer o Palmeiras no próximo domingo (3), na Arena da Baixada, no próximo domingo, teria que contar com tropeços de Atlético-MG (encara o Grêmio) e Chapecoense (recebe o Coritiba) combinado com um empate entre São Paulo e Bahia, no Morumbi. Esses fatores, deixariam o Furacão matematicamente na nona posição.

“Tem essa possibilidade remota de Libertadores, tem a Sul-Americana, então esse jogo é importante. Deixar bem claro que não vai ser esse jogo com o Palmeiras que nos dá ou não a possibilidade de entrarmos nessas competições, se não entrarmos é porque deixamos de fazer coisas lá atrás e isso ficou claro durante o campeonato. Devíamos ter ganhado em casa, pontuado fora e por causa de alguns vacilos não conseguimos”, explicou.

Questionado sobre quais seriam os erros do grupo atleticano, Jonathan não exitou em responder. “Eu acho que a nossa equipe deixou a desejar em muitos momentos da competição. Em vários jogos nós não fomos competitivos como deveríamos ser, tanto em casa quanto fora. Esse ano erramos muito lances individuais, isso com certeza nos penalizou bastante”, destacou.


Mesmo sendo realista, o jogador não descarta a chance. “Nós vamos procurar fazer um bom trabalho no domingo. O futebol já provou várias vezes que acontecem resultados que ninguém espera e sabemos da dificuldade dessa combinação de resultados para nos favorecer. Mas isso pode acontecer e nos colocar na Libertadores”, afirmou.

Para o duelo com o Palmeiras, o rubro-negro conta com alguns desfalques. O técnico Fabiano Soares decidiu mais uma vez não revelar a escalação, mas adiantou que Guilherme, Paulo André, Lucho e Nikão não estarão disponíveis.

Post anteriorPróximo post
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Repórter do Paraná Portal e Rádio CBN. Tem passagens pela TV éParaná, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina.
Comentários de Facebook