Abel Ferreira convida Guardiola a ver final do Mundial e conhecer Palmeiras

Abel Ferreira falou longamente sobre o que espera da final do Palmeiras com o Chelsea, pelo Mundial de Clubes, e convidou Pep Guardiola a acompanhá-lo.

Folhapress - 11 de fevereiro de 2022, 15:31

(Fabio Menotti/Palmeiras)
(Fabio Menotti/Palmeiras)

O técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, concedeu entrevista ao lado de seu capitão, Gustavo Gómez, na véspera da decisão do Mundial de Clubes. O português falou longamente sobre o que espera no confronto de sábado (12) com o Chelsea, nos Emirados Árabes Unidos, e convidou Pep Guardiola a acompanhá-lo.

Na última quarta-feira (9), o treinador catalão se confundiu ao apontar o campeão sul-americano, mencionando o River Plate, vencedor da Copa Libertadores de 2018. Depois disso, o Flamengo ergueu a taça em 2019, e o Palmeiras conquistou dois títulos consecutivos, nas edições de 2020 e 2021.

"Os europeus conhecem muito bem a América do Sul, tanto que compram em grande quantidade. Eu admiro muito o Guardiola, acredito que não tenha tempo, porque está muito focado em ganhar a Liga dos Campeões. Eu o convido a ver o jogo e conhecer o Palmeiras", afirmou, lembrando que Gabriel Jesus, que atua no Manchester City de Guardiola, era atleta alviverde.

"Ele tem um jogador que comprou do Palmeiras, e posso dizer para ficar atento, porque temos mais jogadores de grande qualidade. Como sei que ele gosta de conhecer pessoas novas e eu também gosto, se ele um dia puder almoçar ou jantar comigo, vai ser um gosto para trocarmos umas bolas e ver se aprendo alguma coisa", acrescentou.

Abel voltou a citar o City de Guardiola ao comentar as chances do Palmeiras na decisão. Lembrou que era a equipe dirigida pelo catalão a favorita na decisão da última Champions League. Mas quem saiu vitorioso foi o Chelsea, no triunfo que lhe deu o direito de participar do Mundial em Abu Dhabi.

"Claro que dá para ganhar. O futebol é mágico por isso mesmo. Dá para ganhar. Contra quem for. Apostavam no City na final da Liga dos Campeões, ganhou o Chelsea", disse o português, que prometeu uma apresentação de nível europeu de seus comandados diante dos campeões do velho continente.

"Eu vejo por que acham que o jogo no Brasil é lento. Tem única e exclusivamente a ver com o campo. Amanhã [sábado], vão ver o time rápido. Não adianta ter uma Ferrari e andar nas ruas de São Paulo, tem de andar nas pistas", acrescentou o treinador, confiante na máquina que pilota. "Tenho fé que o Palmeiras vai voltar a ser vencedor."

Gustavo Gómez foi menos eloquente do que o chefe, mas também procurou mostrar otimismo. "A gente vai deixar tudo, como sempre fez. Sabemos da importância do jogo para nós e para os torcedores. E podem ficar tranquilos que vamos deixar tudo. O professor já disse: não sabemos se vamos vencer, mas temos um plano", concluiu o zagueiro paraguaio.

Estádio: Mohammed Bin Zayed, em Abu Dhabi (EAU)
Horário: 13h30 (de Brasília) deste sábado (12)
Árbitro: Chris Beath (AUS)
VAR: Massimiliano Irrati (ITA)
Transmissão: TV Band, Bandsports, Band.com e Bandplay