Acusado de fraude, técnico da seleção inglesa é demitido

Redação


O técnico da seleção da Inglaterra, Sam Allardyce foi dispensado do comando inglês. Após as denúncias do jornal The Guardian, o The Times apurou que a Federação Inglesa (FA) abriu uma investigação para apurar denúncias sobre supostas fraudes patrocinadas pelo treinador. O presidente da Federação, Greg Clarke, confirmou à Fox Sports as investigações.

“Eu recebi uma ligação sobre esse assunto e quero ter os fatos na mão de manhã para olhar. Não é apropriado fazer um pré-julgamento. Com coisas assim, você deve respirar fundo, ter todas as informações e ouvir tudo de todos. Assim, você poderá fazer um julgamento sobre qual decisão tomar e é isso que faremos”, disse o presidente.

Segundo o jornal, Allardyce disse: “Não é difícil burlar as regras”. A conversa foi filmada por câmeras escondidas. Sam aceitou participar do esquema mediante o pagamento de 400 mil libras (R$ 1,7 milhão, aproximadamente). Ele viajaria para Cingapura e Hong Kong, para negociar meios de vender atletas para terceiros, o que é proibido pelas leis do futebol inglês.

Allardyce, 61, iniciou as Eliminatórias no

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="387818" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]