Adilson Batista acerta com o Cruzeiro e fica no clube para a Série B

Vinicius Cordeiro

cruzeiro adilson batista

O técnico Adilson Batista assinou contrato com o Cruzeiro até o final de 2020. Ou seja, mesmo com a Raposa rebaixada para a Série B do Campeonato Brasileiro, o treinador de 51 anos ficará na equipe mineira.

Adilson foi contratado faltando três rodadas para o término da Série A, assumindo o cargo deixado por Abel Braga. Contudo, não conseguiu salvar o Cruzeiro: perdeu as três, para Vasco, Grêmio e Palmeiras. Com os resultados, o time celeste acabou o campeonato no 17º lugar, com 36 pontos.

Na entrevista coletiva após o rebaixamento, ele já tinha sinalizado que gostaria de ficar e que teria que ajeitar muita coisa no clube.

“Nosso amigo Rogério Ceni tinha razão em muitas coisas que ele falou. E eu notei isso. A gente, como está há muitos anos, tem muita coisa errada. O Zezé acaba de relatar. Então, falta intensidade, aspecto físico. Falta um monte de coisa. Quero dar minha contribuição, vou me entregar de corpo e alma, me dedicar, para a gente começar uma nova era”, declarou.

CRUZEIRO SEM PERRELA

cruzeiro rebaixado palmeiras campeonato brasileiro
Thiago Neves tem chances de ficar para 2020. (Bruno Haddad / Cruzeiro)

A permanência de Adilson Batista não estava garantida por causa da saída de Zezé Perrella. O então diretor de futebol do clube foi desligado na última quinta-feira (12) e o presidente Wagner Pires de Sá colocou Márcio Rodrigues na função.

Para terminar, a possibilidade de permanência do meia Thiago Neves aumentou com a saída de Perrella. O dirigente foi o responsável pelo afastamento do atleta na reta final, após ele ter ido a um show de pagode no Mineirão.

“Eu toparia [uma redução no salário] para continuar. Independente da raiva que os torcedores estão de mim, eu torço pelo clube. Tenho contrato com o Cruzeiro”, disse ele em entrevista ao Fox Sports na semana passada.

Previous ArticleNext Article