Adversário do Atlético-PR não faz gol há sete jogos

Ayrton Baptista Junior - CBN Curitiba


O Atlético-PR enfrenta o Fluminense nesta quarta-feira (28), às 21h45, no Maracanã, pela rodada de volta da semifinal da Copa Sul-Americana. O time carioca vai mal: não ganha há sete jogos. A conta inclui a derrota por 2 a 0, na Arena da Baixada, na primeira partida deste confronto e mais seis rodadas da Série A do Campeonato Brasileiro.

Além de não vencer, a equipe carioca sofre outro drama: a falta de gols. O Fluminense não fez um sequer nas sete partidas deste jejum, formada por três partidas no Maracanã (0 x 1 Vasco; 0 x 0 Sport; 0 x 0 Ceará) e quatro como visitante (0 x 2 Atlético-PR; 0 x 3 Palmeiras; 0 x 2 Fluminense; 0 x 2 Internacional).

A fase ruim coincide com a ausência do atacante e artilheiro Pedro, que sofreu uma lesão no joelho direito, e o agravamento da crise financeira. Segundo o portal UOL, os direitos de imagem não são pagos há quatro meses aos atletas.

Pedro, 19 anos, sofreu a lesão durante a derrota para o Cruzeiro, por 2 a 1, no Mineirão, no dia 25 de agosto. Autor de 19 gols em 40 jogos nesta temporada, a revelação do tricolor carioca só volta a atuar em 2019.

Sem o goleador, o Fluminense marcou apenas 16 gols em um total de 21 partidas. A última vitória aconteceu no dia 31 de outubro, por 1 a 0, sobre o Nacional, em Montevidéu, com gol do atacante Luciano.

Antes da derrota em Belo Horizonte, o time do técnico Marcelo Oliveira estava em nono lugar na Série A. Três meses depois, na 14ª colocação, a meta é fugir do rebaixamento para a Série B. O adversário na última rodada, domingo, é o América Mineiro, no Maracanã.

Para eliminar o Atlético Paranaense no tempo normal, quarta-feira, o Fluminense precisa ganhar por três gols de diferença. Caso a equipe do Rio de Janeiro vença por 2 a 0, vai para os pênaltis a decisão da vaga para a decisão da Copa Sul-Americana. A outra semifinal, entre os colombianos Junior e Independiente Santa Fé, termina na próxima quinta-feira (30) em Barranquilla. No jogo marcado para às 22h30, pelo horário de Brasília, o Junior, time local, tem vantagem porque ganhou por 2 a 0, em Bogotá.

Previous ArticleNext Article