Agentes da Anvisa interrompem jogo da seleção brasileira contra a Argentina

Pedro Melo

Seleção brasileira Anvisa jogo interrompido Argentina eliminatórias

Agentes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interromperam a partida da seleção brasileira após quatro jogadores da Argentina descumprirem os protocolos sanitários na entrada no Brasil. Emiliano Martínez, Emiliano Buendía, Cristian Romero e Giovani Lo Celso não poderiam ter entrado no país.

Com apenas quatro minutos de jogo, os agentes da Anvisa entraram no campo da Neo Química Arena, em São Paulo, por conta do pedido feito mais cedo para que o quarto da Argentina cumprisse o período de quarentena após entrar no Brasil.

Todos os jogadores da Argentina voltaram para o vestiário após a paralisação, enquanto os atletas da seleção brasileira permaneceram em campo. O atacante Neymar chegou a conversar com o agente da Anvisa para entender a situação.

ENTENDA A SITUAÇÃO ENVOLVENDO OS JOGADORES DA ARGENTINA ANTES DO JOGO COM A SELEÇÃO BRASILEIRA

Os quatro jogadores da Argentina atuam na Inglaterra: Martínez e Buendía no Aston Villa e Lo Celso e Romero no Tottenham. Segundo portaria da Casa Civil, pessoas que estiveram no Reino Unido, África do Sul, Irlanda do Norte e Índia nos últimos 14 dias não podem entrar no Brasil.

Pelo mesmo motivo, o técnico Tite não contou com nove jogadores da seleção brasileira que atuam na Inglaterra: os goleiros Alisson e Ederson, o zagueiro Thiago Silva, os meio-campistas Fabinho e Fred e os atacantes Richarlison, Raphinha, Roberto Firmino e Gabriel Jesus.

De acordo com a nota da Anvisa, o quarteto da Argentina declarou que não esteve na Inglaterra nos últimos 14 dias. Os jogadores saíram de Londres para servir à seleção argentina na rodada da tripla das Eliminatórias. Eles ainda estiveram com a delegação na Venezuela antes da viagem para São Paulo.

Em nota oficial, a Anvisa considerou a entrada dos argentinos como “risco sanitário grave”. “A Anvisa considera a situação risco sanitário grave, e por isso orientou às autoridades em saúde locais a determinarem a imediata quarentena dos jogadores, que estão impedidos de participar de qualquer atividade e devem ser impedidos de permanecer em território brasileiro”.

Os jogadores da Argentina deixaram o hotel para a partida contra a seleção brasileira após acordo da Conmebol e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) com o Governo Federal.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="788137" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]