Pelo Coritiba, Alecsandro destaca importância de misturar atletas jovens e experientes na final

A experiência e a juventude estão lado a lado na decisão do Campeonato Paranaense 2018 neste domingo (1), entre Coritiba..

Francielly Azevedo - 30 de março de 2018, 15:38

Foto: Divulgação Coritiba
Foto: Divulgação Coritiba

A experiência e a juventude estão lado a lado na decisão do Campeonato Paranaense 2018 neste domingo (1), entre Coritiba e Atlético-PR. No Coxa, o elenco conta com jovens atletas que disputarão sua primeira decisão enquanto jogadores profissionais, e com outros que já acumulam vários títulos na carreira.

Este é o caso de Alecsandro, que conversou com a imprensa na manhã desta sexta-feira (30), no Estádio Couto Pereira. Com títulos Brasileiros, da Copa do Brasil, Libertadores, e também regionais, como o Carioca, Gaúcho, Mineiro e Baiano, o atacante carrega, atualmente, a intenção de contribuir com os mais jovens e incentivá-los na busca pelo título paranaense.

“Nós estamos rodeados de meninos e me sinto lisonjeado de estar junto deles, muitos me têm como referência e eu tenho muitos como referência também, principalmente na parte física. A mescla de jogadores experientes com jogadores jovens é sempre válida, porque sempre há o aprendizado de ambas as partes”, apontou o camisa 9 do Coritiba.

Dos atletas inscritos na disputa do Paranaense, são 16 formados nas categorias de base alviverde. Um número significativo que demonstra a utilização dos atletas pratas da casa no elenco principal. E Alecsandro destacou o recado que tem dado aos “Piás do Couto”, no que diz respeito à decisão.

“Nós temos um grupo bom, de jogadores jovens bem comprometidos, que o torcedor vem cobrando bastante porque o clube tem uma história bonita, de camisa, de vencedor. Eles, jogadores mais jovens, têm que saber que a responsabilidade numa vitória e numa derrota em uma grande equipe é muito grande. É o momento de se concentrar um pouco mais, ter mais responsabilidade, e saber que uma vitória num título pode passar um pouco desapercebido, mas que uma derrota num título, nesse momento, pode causar várias coisas dentro do clube e a gente como líder a gente sempre positivo”, disse.

Ainda sobre a sua carreira, Alecsandro lembrou de outros momentos decisivos e se mostrou tranquilo em estar disputando uma nova decisão estadual, agora com a camisa do Coritiba. “A gente, como bom esportista, espera que vença o melhor, que arbitragem possa ser correta, que não tenha polêmica e que os torcedores não briguem. Que seja um clássico à altura de Curitiba que é uma cidade modelo. A pressão é para os dois lados, aqui a pressão pode ser um pouco maior, e nós estamos preparados e serão dois grandes jogos”, declarou.