Brasil e o amistoso contra a Nigéria: seleção tenta romper pior série de Tite

Vinicius Cordeiro

seleção brasil amistoso nigéria

O Brasil tem amistoso contra a Nigéria neste domingo (13), às 9h (horário de Brasília). A seleção brasileira tenta superar seu pior momento sob o comando de Tite. E, para isso, o técnico promove as entradas do lateral esquerdo Renan Lodi e do atacante Everton ‘Cebolinha’ nos lugares de Alex Sandro e Philippe Coutinho.

O jogo, que será realizado no Estádio Nacional de Singapura, terá transmissão pela Rede Globo e SporTV.

Lodi fez sua estreia com a camisa amarelinha nesta semana. Ele entrou aos 33 minutos do segundo tempo no amistoso contra Senegal. Vale lembrar que ele foi revelado pelo Athletico-PR e foi convocado pela primeira vez para esses dois amistosos. Nessa temporada, ele defende o Atlético de Madrid.

Renan Lodi será titular da seleção brasileira pela primeira vez. (Lucas Figueiredo/CBF)

Já Cebolinha já pode ser tratado como veterano da seleção. Com 23 anos, o atacante do Grêmio foi o maior nome da seleção no título da Copa América 2019.

Com a entrada dele, a tendência é que Neymar comece atuando pelo meio, tendo Gabriel Jesus aberto pela direita e Cebolinha pela esquerda. Por fim, Roberto Firmino completa o quarteto ofensivo.

TITE PRESSIONADO NA SELEÇÃO? 

A seleção brasileira vem de dois empates (Senegal e Colômbia) e uma derrota (Peru) nos últimos jogos.

Mas, além dos resultados ruins, o que surpreendeu foi o baixo nível de atuação da equipe. O futebol não está compatível com o trabalho de Tite.

Outro fator que ainda pressiona o comandante é a utilização de jogadores do futebol brasileiro. Entre os sete atletas, apenas Daniel Alves começa como titular – assim como foi contra Senegal.

Entre as expectativas, fica a entrada de Gabigol. Artilheiro do Flamengo no ano (32 gols), no Brasileirão (18) e na Libertadores (5), o atacante do Flamengo é quem tem mais holofotes.

Lucas Figueiredo/CBF

BRASIL x NIGÉRIA

Amistoso da seleção

Data, hora e local: domingo (13/10/2019), às 9h (horário de Brasília), no Estádio Nacional de Singapura.

Brasil: Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Casemiro e Arthur; Gabriel Jesus, Neymar e Everton ‘Cebolinha’; Roberto Firmino. Técnico: Tite.

Reservas: Weverton, Santos, Marcinho, Rodrigo Caio, Eder Militão, Alex Sandro; Fabinho, Matheus Henrique, Lucas Paquetá, Philippe Coutinho, Richarlison e Gabigol.

Nigéria: Uzoho; Shehu, Troost-Ekong, Ajayi e Collins; Ndidi, Aribo (Esiti) e Iwobi; Chukwueze, Dennis (Simon) e Osimehen. Técnico: Gernot Rohr.

Arbitragem: Jansen Foo será auxiliado por Abdul Hanna e Ong Chai Lee. Todos são de Singapura.

Previous ArticleNext Article