Anderson dribla desconfiança e vira maestro no Coxa

Redação


O meia Anderson chegou ao Coritiba cercado de desconfiança. Encostado no Internacional, o meia, que chegou a vestir a Amarelinha aos 15 anos e aos 18 era campeão da Champions League pelo Manchester United, Anderson passou a ser o maestro do Coritiba dentro de campo e vem sendo um dos destaques e homem de confiança do técnico interino Pachequinho. O atleta disse que precisava de uma sequência de jogos para mostrar seu futebol.

“Não conseguia isso no Inter, tinha poucas chances e aqui consegui dar essa sequência, estou feliz, animado por disputar mais um título”, comentou.

Anderson fez questão de destacar o conjunto da equipe, principalmente na primeira partida da final, na vitória por 3 a 0 na Arena da Baixada. “Todos jogadores estão ajudando na marcação, todo mundo ajuda, chegamos a manter 35 passes seguidos no jogo e isso, da forma como está o futebol brasileiro, disputado, ainda contra uma equipe qualificada como o Atlético”, disse.

Anderson também elogiou o jovem Iago Dias, autor de um bonito gol na final. “É um garoto muito bom, dedicado, e vai crescer muito no decorrer do Brasileiro”, comentou.

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="429038" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]