Anderson, ex-Coritiba, é denunciado em esquema de desvio de R$ 35 milhões

Redação

Anderson meia Coritiba

O meia Anderson, com passagens por Grêmio, Internacional, Coritiba e seleção brasileira, é um dos oito denunciados pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) por diversos crimes em suposto esquema que desviou R$ 35 milhões com bitcoins.

Anderson é suspeito de participar de esquema, segundo a investigação, que burlou o sistema de um banco e desviou dinheiro de uma indústria e da Bolsa de Valores. Além disso, o dinheiro teria sido lavado em operações com bitcoins. As oito pessoas foram denunciadas por furto qualificado, organização criminosa e lavagem de bens, direitos ou valores.

Em contato com a reportagem do Ge.Globo, o advogado de Anderson, Julio Cezar Coitinho Junior, alegou que ainda não foi intimado e que o jogador é inocente. Há dois anos, o próprio meia admitiu que sua empresa vendeu bitcoins para um dos denunciados, mas não tinha conhecimento que o dinheiro era ilegal.

ANDERSON TEVE PASSAGEM DISCRETA PELO CORITIBA EM 2017

Revelado pelo Grêmio, Anderson ganhou destaque no futebol brasileiro após marcar o gol da vitória gremista na Batalha dos Aflitos contra o Náutico. Ele ainda passou por Manchester United, Fiorentina, Internacional e Adana Demirspor, da Turquia.

Antes de voltar para o futebol europeu, o meia jogou também no Coritiba em 2017, mas teve uma passagem apagada. Em 2017, ano que o Coxa caiu para a segunda divisão, ele disputou 23 partidas durante o Campeonato Brasileiro e marcou três gols.

Atualmente, Anderson está aposentado e vive na Turquia. Ele deve viajar nos próximos dias para Orlando, nos Estados Unidos.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="784663" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]