Argentina empata com o Paraguai e segue sem vencer na Copa América

Argentina e Paraguai empataram por 1 a 1 nesta quarta-feira (19), pela segunda rodada do Grupo B da Copa América 2019.AN..

Vinicius Cordeiro - 19 de junho de 2019, 23:28

Foto: Divulgação Twitter / Argentina
Foto: Divulgação Twitter / Argentina

Argentina e Paraguai empataram por 1 a 1 nesta quarta-feira (19), pela segunda rodada do Grupo B da Copa América 2019.

O meia Richard Sánchez abriu o placar pelos paraguaios no primeiro tempo, mas viu Lionel Messi igualar em um pênalti assinalado pelo VAR. Depois, o goleiro argentino Armani defendeu uma penalidade cobrada por Derlis González.

35.265 pagantes acompanharam o duelo no Mineirão, em Belo Horizonte.

CLASSIFICAÇÃO

Apesar de ter evitado o revés, os hermanos somam apenas um ponto e ainda ficam na lanterna da chave. Com saldo de gols melhor (-1 contra -2), o Catar é o terceiro colocado, enquanto o Paraguai vai a dois pontos.

Quem se deu bem foi a Colômbia. Com dois triunfos, os colombianos já estão garantidos no primeiro lugar da chave.

Na terceira e última rodada, a Argentina enfrenta o Catar. O duelo está marcado para o próximo domingo (23), às 16h, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. No mesmo dia e horário, o Paraguai enfrenta a Colômbia na Arena Fonte Nova, em Salvador.

A grande chance da Argentina avançar às quartas de final é a regra que os dois melhores terceiros colocados também seguem no torneio. Ou seja, é preciso derrotar os cataris e ficar de olho nos outros Grupos.

PRIMEIRO TEMPO

O primeiro tempo foi bom para os paraguaios: não correram tantos riscos e aproveitaram as falhas dos argentinos. Aos 28, Richard Sánchez deu ótimo passe para Derlis González chutar forte. Bem no lance, Tagliafico desviou e impediu a abertura do placar.

Mas, aos 36, não teve jeito. Almirón arrancou pelo lado esquerdo e cruzou para o meio da área, onde Sánchez pegou firme para superar o goleiro Armani.

Aos 20, Lo Celso cruzou da esquerda e Lautaro Martínez cabeceou por cima do gol antes de dar lugar a Angel Di Maria.

A partir daí foi pressão total da Argentina, mas com poucas chances claras. No final das contas, os paraguaios seguraram o sufoco e conquistaram o segundo empate no torneio.