Athletico vence o Bahia de virada e está nas quartas da Copa do Brasil

O Athletico teve uma noite sofrida, mas venceu o Bahia de virada por 2 a 1 e está classificado para as quartas de final da Copa do Brasil.

Pedro Melo - 12 de julho de 2022, 22:31

(Robson Mafra/Agif/Folhapress)
(Robson Mafra/Agif/Folhapress)

O Athletico teve uma noite sofrida, mas venceu o Bahia de virada por 2 a 1 e está classificado para as quartas de final da Copa do Brasil. O Rubro-Negro ganhou no placar agregado por 4 a 2, já que ganhou pelo mesmo placar em Salvador.

A noite começou com drama após o gol de bicicleta de Matheus Davó aos cinco minutos. Com o confronto empatado, o time rubro-negro teve dificuldades para furar a defesa adversária e só chegou ao gol de empate aos 33 minutos do segundo tempo. Já a virada foi nos acréscimos do segundo tempo com Rômulo.

O adversário do Furacão será definido em sorteio a ser realizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

ATHLETICO NÃO JOGA BEM, MAS GARANTE A VIRADA NOS ACRÉSCIMOS E AVANÇA NA COPA DO BRASIL

A vantagem construída pelo Athletico em Salvador durou apenas cinco minutos em Curitiba. Daniel cobrou o escanteio na área, a bola foi desviada e Matheus Davó acertou um belo chute de bicicleta no ângulo esquerdo, sem nenhuma chance para o goleiro Bento. O gol igualou o confronto.

Após sofrer o gol, o Rubro-Negro partiu para o ataque em busca do empate, mas sofreu com as jogadas de velocidade do Bahia. Aos 13, Matheus Davó ganhou de Hugo Moura e tocou rasteiro para o meio. Gabriel Xavier chutou de primeira e mandou por cima do gol. E aos 18, Davó passou por Pedro Henrique, em rápido contra-ataque, mas chutou pressionado e Bento salvou no meio.

E apesar de ter mais a bola, o Furacão não se encontrou no campo ofensivo e levou perigo para a defesa adversária. A melhor chance foi na bola parada aos 40 minutos. David Terans cobrou falta fechada diretamente para o gol e Danilo Fernandes afastou de soco.

O técnico Felipão mudou duas vezes para o segundo tempo: Matheus Felipe e Tomás Cuello entraram nos lugares de Pedro Henrique e Pedro Rocha, respectivamente. Porém, o segundo tempo começou com o Bahia pressionando para ampliar a vantagem.  Logo aos dois minutos, Matheus Bahia levantou na área, Bento espalmou para frente e André finalizou para fora.

Ao longo da segunda etapa, o time baiano passou a se defender ainda mais e o Athletico ficou mais no campo de ataque. Se com bola rolando o time rubro-negro não passou pela defesa, o gol saiu na bola parada. Aos 33 minutos, David Terans cobrou escanteio na primeira trave, Erick chutou no canto e igualou.

Felipão até colocou Matheus Fernandes no lugar de Pablo para segurar o empate, mas o Athletico aproveitou o contra-ataque para marcar o gol da vitória nos acréscimos. Em jogada que ficou dois contra o goleiro, Rômulo teve apenas o trabalho de empurrar a bola para o fundo da rede.

FICHA TÉCNICA - ATHLETICO 2X1 BAHIA

Data, horário e local: terça-feira (12), às 20h30, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Athletico: Bento; Khellven, Pedro Henrique (Matheus Felipe), Nico Hernández e Abner (Pedrinho); Hugo Moura, Erick e David Terans; Canobbio (Rômulo), Pablo (Matheus Fernandes) e Pedro Rocha (Tomás Cuello). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Bahia: Danilo Fernandes; Gabriel Xavier (Zé Vitor), Luiz Otávio e Ignácio; André (Douglas Borel), Patrick, Mugni, Daniel e Matheus Bahia; Raí (Vitor Jacaré) e Matheus Davó (Marcelo Ryan). Técnico: Enderson Moreira.

Gols: Matheus Davó (BAH), aos 5' do primeiro tempo, Erick (CAP), aos 33' do segundo tempo, e Rômulo (CAP), aos 48' do segundo tempo.

Cartões amarelos: Gabriel Xavier e Vitor Jacaré (BAH); Pablo (CAP).