Athletico perde para o Bahia e frustra a torcida na Arena da Baixada

Vinicius Cordeiro

athletico bahia brasileirão

Foram 584 dias longe da Arena da Baixada, mas os torcedores do Athletico não saiu feliz do reencontro com a derrota por 2 a 0 para o Bahia, que estava afundado na zona de rebaixamento. O duelo deste sábado (9), válido pela 25ª rodada do Brasileirão, foi definido com gols dos atacantes Raí Nascimento e Gilberto. Ao apito final, os 3.340 presentes se dividiram entre vaias e palavras de incentivo.

O confronto foi bastante equilibrado na primeira etapa. O Furacão criou boas chances, mas o goleiro Danilo Fernandes saiu bem no lançamento de Nicolas para Bissoli e fez ótima defesa em cobrança de falta de Terans. Além disso, viu os arremates de Bissoli e Terans saírem pela linha de fundo.

Nos minutos finais, o Bahia inaugurou o marcador: Gilberto desviou de cabeça e deixa Raí na cara de Santos. O atacante bateu rasteiro e levou os visitantes em vantagem para o vestiário.

O placar foi ampliado logo aos quatro minutos. Juninho Capixaba cruzou na área e Gilberto completou para as redes. Apesar da luta, o Rubro-Negro não conseguiu empatar. Danilo Fernandes defendeu pancada de Terans, fez milagre em tentativa de Pedrinho e pegou o chute de Renato Kayser.

No fim, Nikão soltou uma pancada e carimbou o travessão baiano e não conseguiu nem mesmo o gol de honra do Athletico.

CLASSIFICAÇÃO E PRÓXIMOS JOGOS

Com o resultado, o Athletico fica estacionado com 33 pontos e aparece na sétima posição. Contudo, o Furacão pode ser ultrapassado pelo Internacional, que recebe a Chapecoense neste domingo (10), às 11h.

Do outro lado, o Bahia interrompe a série de duas derrotas seguidas e pula para os 26 pontos, saindo da zona de rebaixamento.

Os clubes voltam a campo no meio desta próxima semana. O Athletico visita a Chape na quarta (13), às 19h, na Arena Condá. Um dia antes, o Tricolor recebe o Palmeiras na Arena Fonte Nova.

ATHLETICO 0 x 2 BAHIA

Data, horário e local: sábado (09/10), às 19h, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Gols: Raí Nascimento e Gilberto.

Cartões amarelos: Nikão (CAP); Luiz Otávio e Danilo Fernandes (BAH).

Athletico: Santos; Zé Ivaldo, Thiago Heleno e Pedro Henrique; Marcinho (Khellven), Richard (Renato Kayser), Erick e Nicolas; Nikão, David Terans e Bissoli (Christian). Técnico: Alberto Valentim.

Bahia: Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Gustavo Henrique, Luiz Otávio e Matheus Bahia (Isnaldo); Patrick de Lucca (Raniele), Daniel e Lucas Mugni (Rodriguinho) e Juninho Capixaba; Raí Nascimento (Ronaldo César) e Gilberto. Técnico: Guto Ferreira.

Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ), auxiliado por Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Daniel do Espírito Santo Parro (RJ). O árbitro de vídeo é Silbert Faria Sisquim (RJ).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="795696" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]