Athletico bate o Cianorte, mas não consegue classificação

Francielly Azevedo

O Athletico está de fora da semifinal da Taça Barcímio Sicupira, que leva o nome do ídolo atleticano. A equipe venceu o Cianorte, por 1 a 0, neste domingo (10), na Arena da Baixada, mas isso não foi suficiente para garantir a continuidade na competição.

O JOGO

O jogo começou com uma sucessão de erros por parte das duas equipes. Sem entrosamento, os times demoraram para engrenar. O rubro-negro até tentava. Quase abriu o placar com o Bergson, mas ficou no quase.

O jogo sonolento do primeiro tempo mudou um pouco na volta do intervalo. Logo no primeiro minuto, o Cianorte arriscou com Jovany, que mandou por cima da meta. A resposta foi imediata com Poveda pelo Furacão.


O Cianorte voltou a assustar, só que Léo não deixou a equipe do interior comemorar. Pressionado, ao rubro-negro restou fazer o gol como um balde de água fria nos visitantes.

Aos nove, Bruno Leite recebeu na área, limpou a marcação e chutou rasteio. A bola morreu no cantinho das redes.

Após o gol, o Furacão não tirou o pé do acelerador e seguiu dando trabalho ao Cianorte. Mas o placar não mudou.

O Athletico volta a campo somente no dia 9 de março, pela Taça Dirceu Krüger, segundo turno do estadual.

 

RIO BRANCO VENCE O FOZ

Em duelo que não valia chance de classificação, o Rio Branco venceu o Foz do Iguaçu, por 1 a 0, na Estradinha. O placar garantiu um respiro ao time parnanguara na luta contra o rebaixamento. O gol foi anotado por Andrezinho, aos 11 do segundo tempo.

Post anteriorPróximo post
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Repórter do Paraná Portal e Rádio CBN. Tem passagens pela TV éParaná, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina.
Comentários de Facebook