Athletico bate o Cianorte, mas não consegue classificação

Francielly Azevedo

athletico-cianorte (23)

O Athletico está de fora da semifinal da Taça Barcímio Sicupira, que leva o nome do ídolo atleticano. A equipe venceu o Cianorte, por 1 a 0, neste domingo (10), na Arena da Baixada, mas isso não foi suficiente para garantir a continuidade na competição.

O JOGO

O jogo começou com uma sucessão de erros por parte das duas equipes. Sem entrosamento, os times demoraram para engrenar. O rubro-negro até tentava. Quase abriu o placar com o Bergson, mas ficou no quase.

O jogo sonolento do primeiro tempo mudou um pouco na volta do intervalo. Logo no primeiro minuto, o Cianorte arriscou com Jovany, que mandou por cima da meta. A resposta foi imediata com Poveda pelo Furacão.

O Cianorte voltou a assustar, só que Léo não deixou a equipe do interior comemorar. Pressionado, ao rubro-negro restou fazer o gol como um balde de água fria nos visitantes.

Aos nove, Bruno Leite recebeu na área, limpou a marcação e chutou rasteio. A bola morreu no cantinho das redes.

Após o gol, o Furacão não tirou o pé do acelerador e seguiu dando trabalho ao Cianorte. Mas o placar não mudou.

O Athletico volta a campo somente no dia 9 de março, pela Taça Dirceu Krüger, segundo turno do estadual.

 

RIO BRANCO VENCE O FOZ

Em duelo que não valia chance de classificação, o Rio Branco venceu o Foz do Iguaçu, por 1 a 0, na Estradinha. O placar garantiu um respiro ao time parnanguara na luta contra o rebaixamento. O gol foi anotado por Andrezinho, aos 11 do segundo tempo.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.