Athletico marca no fim, elimina o Libertad e avança às quartas da Libertadores

Essa é apenas a segunda vez na história que o Furacão garante a vaga nas quartas de final da principal competição continental

Pedro Melo - 05 de julho de 2022, 23:27

(Divulgação/Conmebol)
(Divulgação/Conmebol)

O Athletico sofreu bastante, mas arrancou o empate com o Libertad em 1 a 1 e avançou para as quartas de final da Libertadores após 17 anos. O Rubro-Negro saiu atrás com gol do experiente Roque Santa Cruz e garantiu a classificação nos acréscimos do segundo tempo com o jovem Rômulo.

Essa é apenas a segunda vez na história que o Furacão garante a vaga nas quartas de final da principal competição continental. A outra vez foi em 2005, quando chegou até a final, mas perdeu para o São Paulo.

Em busca da vaga na semifinal, o Athletico enfrenta o vencedor do confronto entre Fortaleza e Estudiantes. O primeiro jogo terminou empatado em 1 a 1, na Arena Castelão. Já a volta acontece na quinta-feira (07), às 21h30, em La Plata.

ATHLETICO MARCA O GOL DA CLASSIFICAÇÃO PARA AS QUARTAS DA LIBERTADORES NOS ACRÉSCIMOS DO SEGUNDO TEMPO

O técnico Felipão surpreendeu na escalação inicial com o lateral-direito Orejuela e o volante Erick nos lugares de Khellven e Christian, respectivamente. Com bola rolando, o Libertad teve mais a bola desde o início e teve a chance logo no primeiro minuto. Caballero chutou forte da entrada da área e Bento defendeu com segurança.

A resposta do Athletico veio aos três minutos com uma grande oportunidade. Erick apareceu livre de marcação após passe de Vitor Roque e parou em grande defesa do goleiro Martín Silva. Já aos sete, Tomás Cuello recebeu em profundidade e chutou por cima do travessão.

Ao longo do primeiro tempo, o Libertad assumiu o controle da partida e apostou nos cruzamentos. O gol, porém, saiu em um lance pelo chão. Nos acréscimos, o experiente Roque Santa Cruz recebeu entre três marcadores, passou por Pedro Henrique e Nico Hernández e chutou forte na saída de Bento para abrir o placar.

O segundo tempo começou com o time paraguaio tendo a posse de bola e levando perigo para a defesa rubro-negra. Aos nove minutos, Mendieta avançou pela diagonal e chutou forte por cima do travessão. E aos 15, Roque Santa Cruz aproveitou cruzamento na área, cabeceou no canto e Bento salvou.

Felipão mudou o setor ofensivo do Athletico com as entradas de Vitor Bueno, Marcelo Cirino e Rômulo. E as mudanças surtiram efeito já nos acréscimos com o gol da classificação. Khellven, que também saiu do banco de reservas, cobrou falta na área, Rômulo cabeceou e Martín Silva defendeu. Na sobra, o próprio atacante mandou para o fundo das redes.

FICHA TÉCNICA - LIBERTAD 1X1 ATHLETICO

Data, horário e local: terça-feira (05), às 21h30, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai.

Libertad: Martín Silva; Piris, Diego Viera, Barboza e Samudio; Marcelo Díaz (Campuzano), Caballero e Diego Gomez (Mendieta); Merlini (Bareiro), Roque Santa Cruz (Óscar Cardozo) e Melgarejo. Técnco: Daniel Garnero.

Athletico: Bento; Orejuela (Khellven), Pedro Henrique, Nico Hernández e Abner; Hugo Moura (Matheus Fernandes), Erick e David Terans (Vitor Bueno); Canobbio (Marcelo Cirino), Vitor Roque (Rômulo) e Tomás Cuello. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Gols: Roque Santa Cruz (LIB), aos 48' do primeiro tempo, e Rômulo (CAP), aos 45' do segundo tempo.

Cartões amarelos: Abner, Vitor Roque e Pedro Henrique (CAP); Piris e Barboza (LIB).

Arbitragem: Andrés Cunha (URU), auxiliado por Richard Trinidad (URU) e Andrés Nievas (URU). O VAR é Carlos Oribe (EQU), com assistência de Christian Lescano (EQU).