Athletico completa cinco jogos sem vencer e promete resposta na Sul-Americana

Pedro Melo

Athletico sequência negativa António Oliveira

O Athletico vive um momento complicado justamente nas partidas mais importantes da temporada. Após a derrota para o Cuiabá por 1 a 0, o Rubro-Negro completou cinco jogos sem vencer e ainda sofreu gol nas últimas nove partidas.

Essa é a pior sequência do Athletico sob o comando do técnico António Oliveira, que treina o clube desde abril. O Rubro-Negro perdeu as últimas três partidas do Brasileirão contra Atlético-MG, São Paulo e Cuiabá, caiu para a LDU na Sul-Americana e empatou com o Atlético-GO na Copa do Brasil.

Em entrevista, António Oliveira prometeu reação já na partida de quinta-feira contra a LDU, pela Sul-Americana. “É evidente que ninguém gosta de perder, mas isso faz parte de um processo. Iniciamos a temporada de uma forma extraordinária e isso ninguém pode apagar. Minha equipe sempre vai brigar por títulos e é para isso que eu estou aqui. Na quinta-feira, a equipe com certeza dará uma resposta de acordo com o talento e a qualidade desses jogadores”, disse.

A partida contra a LDU define a vida do Athletico na Sul-Americana. O Furacão perdeu o jogo de ida no Equador por 1 a 0 e tem que vencer por dois gols de diferença para se classificar à semifinal. Vale lembrar que tem o critério do gol fora de casa na competição internacional.

ATHLETICO ENCARA MARATONA DE JOGOS

Ainda na disputa de quatro competições na temporada, o Athletico praticamente não tem descanso e encara uma maratona de jogos. O Rubro-Negro joga o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil, a Sul-Americana e o Campeonato Paranaense.

O adiamento da volta das quartas de final da Copa do Brasil serviria para António Oliveira treinar o elenco athleticano, mas as semifinais do estadual contra o FC Cascavel devem acontecer nas semanas de 01 e 08º de setembro. A tendência é utilizar os reservas.

“É muito bonito estar em todas as competições, mas haveria um momento em que iríamos pagar um preço. Uma coisa é ter semanas cheias para poder trabalhar. Outra coisa é estar em todas as competições, que tivemos essa competência para estar nelas”, afirmou o treinador do Athletico.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="783442" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]