Athletico fica no empate contra o Corinthians na Baixada

Furacão foi melhor durante a partida, mas acabou saindo atrás após golaço de falta e buscou o empate na segunda etapa

Gabriel Sawaf - 15 de junho de 2022, 23:25

Ernani Ogata/Código 19
Ernani Ogata/Código 19

O Athletico ficou no empate em 1 a 1 com o Corinthians, na noite desta quarta-feira (15), na Arena da Baixada. A partida foi válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

Com o resultado, o Furacão dorme na quarta colocação, com 18 pontos, e seca o São Paulo, que encara o Botafogo nesta quinta-feira (16). Já o Corinthians permance na vice-liderança, com 22 pontos. 

PRÓXIMOS JOGOS 

O Furacão volta a campo pela 13ª rodada do Brasileirão no próximo domingo (19), às 16h, para o clássico contra o Coritiba no Couto Pereira. O Timão entra em campo no mesmo dia e horário para encarar o Goiás, na Neo Química Arena.  

LEIA TAMBÉM: CBF confirma clássico Athletiba com torcida única

ATHLETICO COMEÇA COM INTENSIDADE, MAS SOFRE GOLAÇO DE FALTA

Além das já previstas entradas de Pablo e Pedro Henrique, que voltavam de suspensão pelo terceiro cartão amarelo, Felipão fez mais uma alteração no Furacão, com a entrada de Marcelo Ciirno na vaga de Léo Cittadini.

O Athletico começou a partida com grande intensidade. Em menos de um minuto e meio de jogo foram quatro escanteios para o Furacão Em um deles, antes da primeira volta no relógio, Khellven bateu escanteio fechado e Cassio evitou o gol olímpico.

O Furacão seguiu marcando em cima. Aos dois minutos, Pablo conseguiu recuperar a bola finalizou e Cassio fez grande defesa. O Corinthians só conseguiu chegar aos quatro minutos e foi fatal. Roger Guedes cobrou falta da intermediária, acertou o ângulo de Bento e marcou um golaço.

O Rubro-Negro não se abalou com o gol e seguiu em cima. Aos oito minutos Cuello recebeu na esquerda, puxou para o meio e bateu para fora. O Corinthians conseguiu neutralizar o jogo ofensivo athleticano, mas a bola seguia com o Furacão. Aos 21’, Cuello arriscou de fora da área e mandou por cima do gol.

Próximo do terço final da primeira etapa, a equipe paulista conseguiu chegar mais ao gol. Primeiro, aos 27’, Willian arriscou de fora da área para boa defesa Bento. Três minutos depois a bola ficou viva após cobrança de escanteio e o goleiro athleticano conseguiu defender finalização de Gil.

O Athletico voltou a assustar aos 36’. Cirino inverteu jogada Pablo, que, da entrada da área, ajeitou e arriscou, a bola bateu em Lucas Piton e foi para fora. Três minutos depois Hugo Moura arrancou pelo e tocou para Terans, que estufou a rede pelo lado de fora.

A última chance da primeira etapa foi alvinegra. Aos 42’, Roger Guedes disputou bola com Pedro Henrique na pequena área, a bola desviou no defensor e Bento evitou o gol da equipe paulista.

FURACÃO PRESSIONA E CONSEGUE O EMPATE

Assim como no primeiro tempo, o Athletico começou em cima. A primeira oportunidade foi aos três minutos, com chute de fora da área de Terans, que foi pela linha de fundo. Só que ao contrário da primeira etapa, o Rubro-Negro não conseguiu exercer a mesma pressão.

Para botar fogo no jogo, Felipão colocou Vitor Roque e Vitinho no ataque. A pressão veio de imediato. Aos 16’, Roque tabelou com Cirino, a bola ficou viva na área e o atacante finalizou travado pela defesa. Na sequência, Cirino cruzou na cabeça de Vitor Roque, que cabeceou na trave.

Só que aos 25' o jogo ganhou tons mais tensos. Após dividida entre Cittadini e Mantuan, Hugo Moura e Roni se estranharam e os dois acabaram sendo expulsos.

A partida parecia ficar morna após as expulsões. Porém, aos 34', Raul Gustavo derrubou Vitor Roque. A primeiro momento o árbitro marcou fora da área, mas o VAR confirmou o pênalti. Na cobrança, Terans bateu com categoria e empatou o jogo.

Após o gol de empate, o jogo ficou mais truncado e as duas equipes fecharam os espaços para não sofrerem o gol da derrota. Com isso, o placar terminou empatado na Baixada.

FICHA TÉCNICA – ATHLETICO X CORINTHIANS

Data, horário e local: quarta-feira (15/06/2022), às 21h30, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Gols: Roger Guedes, aos cinco minutos do primeiro tempo (SCCP); David Terans, aos 36 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: David Terans e Abner (CAP)Rafael Ramos e Roger Guedes (SCCP)

Cartões vermelhos: Hugo Moura (CAP); Roni (SCCP)

Athletico: Bento; Khellven, Pedro Henrique, Nico Hernández e Abner; Hugo Moura, Matheus Fernandes (Léo Cittadini) e David Terans (Erick); Cuello (Vitinho), Marcelo Cirino (Matheus Babi) e Pablo (Vitor Roque). Técnico: Luiz Felipe Scolari. 

Corinthians: Cássio; Gustavo Mantuan, Gil, Raul Gustavo e Lucas Piton; Du Queiroz, Cantillo (Roni), Adson (Rafael Ramos), Giuliano (Renato Augusto) e Willian (Fabio Santos); Roger Guedes (Wesley). Técnico: Vítor Pereir.

Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden (RS), auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Caiza (RS). O responsável pelo árbitro de vídeo (VAR) Emerson de Almeida Ferreira (MG).