Athletico vence Coritiba com gol no fim e fica mais perto do título paranaense

Jorge de Sousa

Athletico-PR e Coritiba duelam pelo Campeonato Brasileiro neste sábado (12)

Com um gol aos 44 minutos do segundo tempo, o Athletico venceu o Coritiba neste domingo (2) por 1 a 0 e ficou mais perto de ser tricampeão do Campeonato Paranaense.

Léo Cittadini foi o autor do gol salvador em uma Arena da Baixada sem público, devido a pandemia da Covid-19.

O segundo jogo da final será realizada nesta quarta-feira (5), no Couto Pereira. Não há o critério do gol assinalado fora de casa e por isso vitória simples do Coritiba leva a decisão para a prorrogação.

Em caso de empate nos 30 minutos de prorrogação, a decisão do Campeonato Paranaense será decidida nas penalidades.

LÉO CITTADINI DECIDE ATLETIBA TRUNCADO

Reprodução/Coritiba Foot Ball Club

O Coritiba conseguiu compactar a marcação no meio de campo e impediu a “blitz” feita pelo Athletico na Arena da Baixada nos últimos confrontos.

Mas a equipe alviverde também não conseguiu dominar as ações, esbarrando nos problemas de criação de jogadas visto desde o reinício do Paranaense.

A primeira chance de gol saiu dos pés de Robson. Aos nove minutos, o atacante arriscou do canto da área e a bola passou perto do travessão.

Igor Jesus teve boa chance aos 17 minutos. O atacante chutou cruzado e Jonathan conseguiu desviar o arremate e mandar para a linha de fundo.

O Athletico conseguiu responder apenas aos 31 minutos. Carlos Eduardo cruzou fechado e Alex Muralha afastou de soco, só que a bola sobrou na entrada da área e Wellington chutou de primeira por cima da meta.

Logo aos seis minutos do segundo tempo, o Coritiba grande chance de gol. Igor Jesus foi lançado na direita e cruzou rasteiro. Robson recebeu livre de marcação, mas finalizou em cima de Santos, que fez a defesa com o ombro.

Mas aos 12 minutos quem se salvou foi o Coritiba. William Matheus bobeou na saída de bola e Nikão conseguiu o desarme. A bola sobrou para Carlos Eduardo na área e o atacante finalizou cruzado, mas Sabino se atirou de carrinho e conseguiu mandar a bola para escanteio.

A equipe rubro-negra cresceu de rendimento e criou nova chance aos 16 minutos. Nikão avançou pelo centro e finalizou firme no canto direito, mas Alex Muralha se esticou para espalmar.

Aos 19 minutos, o Athletico reclamou de uma penalidade não marcada pelo árbitro Paulo Roberto Alves Jr. Após cobrança de falta, Thiago Heleno foi puxado por Nathan Silva na área, mas o juiz mandou o lance seguir.

A resposta alviverde saiu aos 26 minutos. Matheus Galdezani recebeu na direita e finalizou firme perto do poste direito de Santos.

Igor Jesus teve nova chance clara aos 43 minutos. Gabriel cruzou da direita e o atacante ganhou de Lucas Halter pelo alto, mas a bola saiu desviada e saiu pela linha de fundo.

Só que aos 44 minutos, Vitinho foi lançado na esquerda e cruzou rasteiro para Léo Cittadini finalizar cruzado e garantir a vitória do Athletico.

Previous ArticleNext Article