Athletico e Dedé estão na lista de credores do Cruzeiro

O clube mineiro iniciou o processo de recuperação judicial e acumula cerca de 800 credores - entre eles estão dois jogadores do Athletico.

Redação - 13 de julho de 2022, 16:49

(Foto: Geraldo Bubniak/AGB)
(Foto: Geraldo Bubniak/AGB)

O Athletico tem R$ 1,29 milhão a receber do Cruzeiro. O Furacão está na lista de credores do clube mineiro, que entrou com processo de recuperação judicial. 

No total, são 807 linhas de despesa que o Cruzeiro ainda tem, envolvendo jogadores, treinadores, ex-funcionários, agentes, clubes e instituições financeiras.

Entre os atletas, estão dois jogadores que atualmente defendem o Athletico: o zagueiro Dedé e o atacante Pedro Rocha.

Dedé é um dos credores do Cruzeiro que tem maior valor a receber: R$ 16,6 milhões. Outros nomes consagrados também figuram a lista - veja:

  • Fred - R$ 48,2 milhões
  • Marcelo Moreno - R$ 24,9 milhões
  • Fábio - R$ 20,7 milhões
  • Dedé - R$ 16,6 milhões
  • Dodô - R$ 15 milhões
  • Thiago Neves - R$ 10 milhões na pessoa física e mais R$ 2,5 milhões na pessoa jurídica

Rafael Sobis (aposentado), Manoel (Fluminense), Lucas Silva (Grêmio), Willian Pottker (Avaí), Daniel Guedes (Cuiabá), Alan Ruschel (Londrina), Edilson (Grêmio) e Léo (Chapecoense) também estão na lista.

Já entre os técnicos, destacam-se Abel Braga, com R$ 1,13 milhão a receber, Enderson Moreira (R$ 610 mil) e Felipe Conceição, com R$ 542 mil.

CRUZEIRO TAMBÉM DEVE A CLUBES 

O processo de recuperação judicial serve ao Cruzeiro não somente para as dívidas com jogadores e ex-funcionários, mas também com outros clubes e até patrocinadores.

A Raposa deve R$ 1,29 milhão ao Athletico e 1,075 milhão de euros ao Ajax, equivalente a R$ 5,8 milhões. O Vitória tem R$ 8 milhões a receber enquanto o Santa Cruz espera por R$ 3,9 milhões e o São Paulo R$ 699 mil.

AGENDA DO ATHLETICO

  • Internacional - sábado (16/07), às 16h30, na Arena da Baixada
  • Atlético-GO - terça-feira (20/07), às 20h30, na Arena da Baixada
  • Botafogo - sábado (23/07), às 21h, no Nilton Santos
  • São Paulo - domingo (31/07), às 16h, na Arena da Baixada