Athletico e Coritiba estão entre os 15 times com as maiores dívidas do Brasil

Redação

Bandeira-Athletico-Coritiba

Levantamento feito pela consultoria ‘Sports Value’ mostra que Athletico e Coritiba estão entre os 15 times com as maiores dívidas do futebol brasileiro. O Coxa é o 13º colocado, com um déficit de R$ 299,5 milhões, enquanto o Rubro-Negro é o 15º, com R$ 200 milhões.

Apesar da dívida e de passar por um ano de pandemia, o Athletico divulgou o balanço financeiro do ano fiscal de 2020 com um superávit de R$ 134,423 milhões. É um recorde da história do clube, superando 2012, quando teve um número positivo de R$ 122,8 milhões.

O superávit de 2020 se dá pelas vendas de jogadores para clubes brasileiros e internacionais. Apenas em transferência, o Furacão conseguiu R$ 201,124 milhões. Entre os jogadores vendidos estão o zagueiro Léo Pereira, o volante Bruno Guimarães e o atacante Rony.

Já o Coritiba apresentou um déficit de R$ 22 milhões no balanço financeiro de 202o, último ano da gestão do ex-presidente Samir Namur. Com isso, o Conselho Deliberativo reprovou as contas do clube. Dos 145 conselheiros que participaram da reunião no final de março, 113 votaram pela reprovação.

Com a situação complicada não apenas para a dupla Athletico e Coritiba, a consultoria considera que a situação é “catastrófica”. “A situação é catastrófica. Qualquer projeto de lei de Clube-Empresa precisa primeiro contemplar uma reorganização financeira e gestão do futebol brasileiro. O modelo Timemania/PROFUT nos levou a esse buraco financeiro. Muitos clubes precisam de choque de gestão, controle e regulação efetiva de suas administrações, a fim de serem saudáveis novamente. Nenhuma lei de Clube-Empresa alterará esse cenário”, analisou.

Confira a lista dos 20 times mais endividados do Brasil:

1 – Atlético-MG – R$ 1,2 bilhão
2 – Cruzeiro – R$ 962,5 milhões
3 – Corinthians – R$ 949,2 milhões
4 – Botafogo – R$ 946,2 milhões
5 – Internacional – R$ 882,9 milhões
6 – Vasco – R$ 830,6 milhões
7 – Flamengo – R$ 680,8 milhões
8 – Fluminense – R$ 649,1 milhões
9 – São Paulo – R$ 575,1 milhões
10 – Palmeiras – R$ 565,2 milhões
11 – Santos – R$ 539,7 milhões
12 – Grêmio – R$ 396,1 milhões
13 – Coritiba – R$ 299,5 milhões
14 – Bahia – R$ 267,9 milhões
15 – Athletico – R$ 200,3 milhões
16 – Red Bull Bragantino – R$ 144 milhões
17 – Goiás – R$ 60,4 milhões
18 – Fortaleza – R$ 38 milhões
19 – Atlético-GO – R$ 33,3 milhões
20 – Ceará – R$ 26,5 milhões

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="762071" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]