Athletico empata sem gols com o Jorge Wilstermann e avança na Libertadores

Rafael Nascimento


O Athletico esbarrou na forte marcação do Jorge Wilstermann e empatou em 0 a 0 na noite desta terça-feira (29), na Arena da Baixada, em Curitiba. O resultado garante a classificação antecipada athleticana às oitavas de final da Libertadores 2020.

A partida contra o time boliviano foi válida pela quinta rodada da fase de grupos da competição continental.

Confirmado na fase de mata-mata, o Furacão permanece na liderança isolada do grupo C, agora com 10 pontos. O Jorge Wilstermann é o segundo colocado da chave, com 7 pontos.

No outro jogo do grupo C, mais cedo, o Peñarol venceu com tranquilidade o Colo-Colo por 3 a 0.

O encerramento da fase de grupos da Libertadores acontece no dia 20 de outubro. Pela sexta rodada, o Athletico viaja até o Uruguai para encarar o Peñarol. Já o Jorge Wistermann encara o Colo-Colo, no Chile.

BLITZ RUBRO-NEGRA, RETRANCA BOLIVIANA

Dominante, Athletico chegou a ter 80% de posse de bola no primeiro tempo
Dominante, Athletico chegou a ter 80% de posse de bola no primeiro tempo. Foto: Staff Images/Conmebol

Embalado por quatro vitórias seguidas – sendo duas pelo Campeonato Brasileiro e duas pela competição continental, contra o próprio Jorge Wilstermann, na Bolívia, e o Colo-Colo, em casa -, o Athletico buscou iniciar a partida imprimindo seu ritmo de jogo. 

Só que o principal desafio do Furacão desde os primeiros minutos seria furar a retranca imposta pelo time boliviano, que jogava com todos os 11 jogadores atrás da linha da bola. Mesmo assim, a equipe athleticana levou perigo com Zenteno, que desviou contra o próprio gol após chute de Abner, e Erick.

Com controle quase que absoluto da posse de bola, o Athletico seguiu rondando a área adversária, mas as investidas eram frustradas pelo sistema defensivo do Jorge Wilstermann.

A melhor chance do primeiro tempo aconteceu aos 40, novamente com Abner. O lateral recebeu bom lançamento de Thiago Heleno se infiltrou pela esquerda, mas o goleiro Giménez evitou o gol. No rebote, Abner buscou novamente o gol, mas mais uma vez parou no camisa 1.

A estratégia boliviana de prioritariamente se defender deu lugar a um Jorge Wilstermann com maior posse de bola na etapa final, buscando explorar os contra-ataques. Em um desses lances, Patito Rodríguez venceu a corrida com a defesa athleticana e saiu cara a cara com Santos, mas o goleiro praticou segura defesa.

O Athletico ainda acumulou boas chances de gol com Cittadini e Bissoli, e no fim com Erick, mas apesar do abafa não conseguiu balançar as redes do Jorge Wilstermann.

Previous ArticleNext Article