Athletico empata com Maringá em jogo de pênaltis polêmicos pelo Campeonato Paranaense

Jorge de Sousa

Athletico empata com Maringá em jogo de pênaltis polêmicos pelo Campeonato Paranaense

O Athletico empatou com o Maringá FC por 2 a 2 na noite deste domingo (9) e perdeu a chance de garantir com antecipação a vaga nas quartas de final do Campeonato Paranaense.

Nikão e Vinícius Mingotti marcaram os gols do Athletico e Bassani balançou as redes pelo Maringá em partida realizada na Arena da Baixada em Curitiba, sem público devido a pandemia da Covid-19.

A partida foi marcada por decisões questionáveis do árbitro Leonardo Polatti Anad Portella. O primeiro pênalti marcado para o Maringá ocorreu em um lance em que a bola bateu na mão de Jaime Alvarado, mas o braço do atleta estava colado junto ao corpo. Já na penalidade que definiu o empate, Lucas Halter fez o corte de carrinho na bola, só que o juiz assinalou a infração.

O empate deixou o Athletico com 13 pontos conquistados e na sexta colocação, enquanto o Maringá chegou aos nove pontos e na nona posição do Campeonato Paranaense, apenas dois pontos acima do Rio Branco – primeiro time na zona de rebaixamento.

A décima rodada do Campeonato Paranaense será realizada às 15h30, desta quarta-feira (12). O Maringá recebe o Toledo no Willie Davids, enquanto o Athletico duela contra o Londrina na Arena da Baixada.

NIKÃO BRILHA, MAS PÊNALTIS POLÊMICOS TIRAM VITÓRIA DO ATHLETICO

O Athletico ficou perto de abrir o placar logo aos seis minutos. Nikão bateu lateral direto para a meta, Lucas Alves não alcançou a bola, que passou rente ao travessão.

Nikão apareceu novamente aos oito minutos. Jaderson foi lançado nas costas da zaga e ajeitou para o meia bater rente com perigo a esquerda da meta.

O Maringá chegou pela primeira vez com perigo aos 30 minutos. Bassani bateu falta lateral direto para o gol, Anderson fez o gol de vista e a bola explodiu no poste esquerdo.

Lucas Halter ficou perto de abrir o placar aos 31 minutos. Nikão bateu escanteio da esquerda e o zagueiro ganhou da marcação pelo alto, mas mandou a bola por cima da meta.

Aos 34 minutos, o árbitro Leonardo Polatti Anad Portella se envolveu em um lance polêmico. Após chute da entrada da área a bola explodiu no braço de Jaime Alvarado, que estava colado ao corpo. Mesmo assim o juiz assinalou o pênalti.

Bassani pegou a bola, bateu firme no meio do gol para deslocar Anderson e abriu o placar na Arena da Baixada.

O Athletico perdeu grande chance para empatar a partida aos 43 minutos. Jaderson cruzou da direita, Vinícius Mingotti furou na pequena área e Nikão isolou a sobra.

Nikão se redimiu aos 48 minutos. Após bate e rebate em cobrança de escanteio da esquerda, o meia aproveitou rebote na entrada da área e emendou de voleio no canto direito. Belo gol na Arena da Baixada.

A virada do Athletico veio aos seis minutos do segundo tempo. Nikão cruzou da esquerda e Vinícius Mingotti ganhou pelo alto para cabecear no canto direito.

Lucas Alves evitou o terceiro gol do Athletico aos 21 minutos. Denner encontrou Julimar na área e na tentativa do passe para trás o goleiro fez o corte com a perna.

O árbitro Leonardo Polatti Anad Portella se envolvei em nova polêmica aos 32 minutos. Lucas Halter fez o desarme com o carrinho na bola em disputa com Robertinho, que caiu na área e o juiz marcou novo pênalti para o Maringá.

Mais uma vez Bassani pegou a bola e bateu firme no canto direito, Anderson chegou a tocar na bola, mas não evitou o empate do Maringá.

Nikão ainda quase deixou o Athletico novamente na frente do placar. Aos 37 minutos, o meia bateu falta da intermediária, a bola desviou na barreira e quase entrou no canto direito.

LEIA MAIS: Santos escapa do rebaixamento no Paulista, e Palmeiras se classifica

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="762979" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]