Athletico: Carille muda sistema para três zagueiros e cogita Abner de zagueiro

A mudança do esquema tático do Athletico para três zagueiros contra o América-MG não foi uma estratégia de jogo

Pedro Melo - 01 de maio de 2022, 10:48

(José Tramontin/Athletico)
(José Tramontin/Athletico)

A mudança do esquema tático do Athletico para três zagueiros contra o América-MG não foi uma estratégia de jogo. De acordo com o técnico Fábio Carille, os motivos para a troca definiva são as características do elenco e a possibilidade de evoluir em campo.

"A característica do elenco. O Athletico montou o seu grupo para três zagueiros no início. Em 15 dias de trabalho, após o jogo no Paraguai, isso foi ficando cada vez mais claro na nossa cabeça. Percebo que os jogadores gostam e temos que respeitar isso. Começamos a trabalhar nesse sistema a partir de agora, para crescer cada vez mais", afirmou Fábio Carille.

Uma possibilidade com o novo esquema é dois atacantes, como Canobbio e Vitinho, jogarem como alas e o lateral-esquerdo Abner como zagueiro. "A gente tem discutido muito sobre isso. Com um pouquinho de treino, o que aconteceu hoje pode ser o Abner por dentro, que dá qualidade de saída, tem altura e melhora a questão defensiva. Não é muito difícil para um lateral jogar por dentro. Pode aparecer por dentro para que eu tenha uma melhor saída. Abner já fez bons jogos como ala e o Nikão jogando no lado contrário. Hoje, não temos jogadores do lado para fazer, o que temos são mais de força, do um contra um", explicou o treinador.

Contra o América-MG, os titulares no trio de zaga do Athletico foram Pedro Henrique, Matheus Felipe e Lucas Fasson. E Abner entrou no segundo tempo no lugar de Fasson. Já Nico Hernández e Thiago Heleno estão no departamento médico.

O Rubro-Negro, com três zagueiros, volta a campo na próxima terça-feira (03), às 19h15, para enfrentar o The Strongest. Furacão precisa da vitória na altitude de La Paz para encaminhar a classificação às oitavas de final da Libertadores.

AGENDA DO ATHLETICO

  • The Strongest - terça-feira (03), às 19h15, no Hernando Siles
  • Ceará - sábado (07), às 20h30, na Arena da Baixada
  • Tocantinópolis - terça-feira (10), às 21h30, na Arena da Baixada