Athletico faz homenagens para Barcímio Sicupira no jogo contra o Ceará; assista

Pedro Melo

Athletico Barcímio Sicupira homenagens Arena da Baixada Ceará

O Athletico realizou uma série de homenagens para Barcímio Sicupira Júnior, maior artilheiro da história do clube, com 158 gols, que faleceu no último domingo (07) aos 77 anos. Tudo aconteceu antes e durante a partida contra o Ceará, pela 31ª rodada do Brasileirão.

Os jogadores do Rubro-Negro entraram em campo com uma camisa preta e o símbolo do infinito, como se fosse o número oito, e utilizaram braçadeiras de luto escrita “Sicupira 8 eterno”. Aos oito minutos de jogo, os torcedores fizeram mais homenagens ao gritar o nome do ídolo rubro-negro

Outras lembranças aconteceram nas redes sociais. O Athletico criou um filtro no Instagram para os torcedores compartilharem fotos com o famoso bigode de Barcímio Sicupira.

A IMPORTÂNCIA DE BARCÍMIO SICUPIRA PARA O ATHLETICO E O FUTEBOL PARANAENSE

Sicupira é o maior artilheiro da história do Athletico, com 158 gols marcados, sendo o primeiro de bicicleta logo na estreia contra o São Paulo. Ele foi um dos grandes nomes na conquista do Campeonato Paranaense de 1970.

Como jogador, o ‘Craque da 8’ ainda acumulou passagens de destaque pelo Botafogo, pelo Corinthians e pelo Botafogo de Ribeirão Preto. No time carioca, o ‘Craque da 8’ jogou ao lado de Garrincha e Zagallo. Já no Timão, ele foi companheiro de Rivellino.

A marca de 158 gols marcados pelo Athletico se torna ainda mais expressiva, porque encerrou a carreira com apenas 31 anos de idade, em 1975.

Desde 1999, Sicupira ganhou destaque também fora dos gramados e se tornou comentarista esportivo, trabalhando em quatro Copas do Mundo e diversas competições pela rádio Banda B.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="802611" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]