Athletico: Felipão destaca poder reação e agradece apoio da torcida

Após levar um gol ainda no início da partida, o Rubro-Negro virou a partida contra o Bahia já na parte final do segundo tempo

Pedro Melo - 13 de julho de 2022, 09:55

(Geraldo Bubniak/AGB)
(Geraldo Bubniak/AGB)

O técnico Luiz Felipe Scolari exaltou o poder de reação do Athletico para garantir a classificação às quartas de final da Copa do Brasil. Após levar um gol ainda no início da partida, o Rubro-Negro virou a partida contra o Bahia já na parte final do segundo tempo.

"Foi o poder de reação deles. Se a gente puder analisar friamente os resultados e os dados, a gente vai ver que eu estou aqui há quatro meses e jogamos 17 jogos. Esses jogadores são muito verticais. É um time que joga dessa forma, que tem esse estilo e dificilmente um jogador pode mudar esse estilo. Eu acho que é mérito deles. A minha participação é mínima, simplesmente apontar uma ou outra coisa. O trabalho deles é que tem que ser valorizado", declarou o treinador.

Com o apoio de mais de 26 mil torcedores, Felipão também ressaltou a importância da torcida athleticana. Além da festa nas arquibancadas, os torcedores recepcionaram o time no lado de fora com sinalizadores e fumaças vermelhas.

"Aproveito para agradecer à torcida. Foi lindo ver a chegada, a saída, a forma como eles vibraram. Esse é o Athletico. Quero agradecer aos torcedores que vieram hoje, mas que saibam que no sábado temos outra decisão pela frente. Um adversário direto. E vamos ter novamente mostrar que esse jogo é tão importante quanto o que foi hoje. Nossa torcida, se puder, se vierem 23 mil estou satisfeito. Vamos dar o nosso melhor para que o Athletico seja vencedor de novo", afirmou o comandante.

Sem tempo de descanso, o Athletico já volta a campo no próximo sábado (16), às 16h30, para o confronto direto com o Internacional, na Arena da Baixada. O Rubro-Negro é o sexto colocado do Brasileirão, com 27 pontos, enquanto o Colorado é o terceiro, com um ponto a mais.

AGENDA DO ATHLETICO

  • Internacional - sábado (16/07), às 16h30, na Arena da Baixada
  • Atlético-GO - terça-feira (20/07), às 20h30, na Arena da Baixada
  • Botafogo - sábado (23/07), às 21h, no Nilton Santos
  • São Paulo - domingo (31/07), às 16h, na Arena da Baixada