Athletico: "Temos algumas dificuldades por estar em três competições", admite Felipão

Athletico é um dos únicos times brasileiros que disputam o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil e a Libertadores

Pedro Melo - 24 de julho de 2022, 15:20

(José Tramontin/Athletico)
(José Tramontin/Athletico)

O Athletico encerrou o turno com derrota para o Botafogo por 2 a 0, mas segue dentro do G6 e na briga pelas primeiras colocações do Campeonato Brasileiro. Após a partida no Rio de Janeiro, o técnico Felipão comentou sobre a escalação do time e a dificuldade de jogar três competições simultâneas.

"É um campeonato em que temos algumas dificuldades por estar em três competições e temos que fazer algumas escolhas", declarou Felipão, em entrevista coletiva. "O Campeonato Brasileiro é muito igual e quando mudamos bastante vamos sentir a diferença", acrescentou o treinador.

Apesar da derrota, o treinador teve boas notícias com as escalações de Thiago Heleno e Fernandinho entre os titulares. O zagueiro não jogava desde o dia 23 de março no clássico contra o Coritiba, pelo Campeonato Paranaense, e ficou quatro meses em recuperação de lesão no ombro. O 'General' sentiu o ritmo de jogo e foi substituído por Nico Hernández aos 16 minutos do segundo tempo. 

Já o volante reestreou na goleada sobre o Atlético-GO e jogou pela primeira vez desde o início. Ele também saiu durante a etapa final e deu lugar para Erick.

"Sabemos que na quarta-feira podemos contar com o Thiago, podemos contar com o Fernandinho. Ainda não sabemos o total de minutos e como vamos fazer, vamos pensar um pouquinho sobre a escalação", falou Felipão.

O Athletico volta a campo na próxima quarta-feira (27), às 21h30, para enfrentar o Flamengo, no Maracanã. O confronto é válido pela ida das quartas de final da Copa do Brasil.

AGENDA DO ATHLETICO

  • Flamengo - quarta (27/07), às 21h30, no Maracanã
  • São Paulo - domingo (31/07), às 16h, na Arena da Baixada
  • Estudiantes - quinta-feira (04/08), às 21h30, na Arena da Baixada
  • Atlético-MG - domingo (07/08), às 19h, no Mineirão
  • Estudiantes - quinta-feira (11/08), às 21h30, no Jorge Luis Hirschi