Athletico visita Fortaleza para manter bom momento no Brasilerão

Furacão tenta manter invencibilidade de quatro rodadas na competição e se manter na zona de classiifcação para a Libertadores

Gabriel Sawaf - 12 de junho de 2022, 11:27

Gustavo Oliveira/athletico.com.br
Gustavo Oliveira/athletico.com.br

O Athletico entra em campo na noite deste domingo (12), às 19h, para encarar o Fortaleza, na Arena Castelão, na capital cearense. A partida é válida décima rodada do Campeonato Brasileiro.

O Furacão vem em um excelente momento na competição. O Rubro-Negro vem de quatro jogos de invecibilidade no Campeonato, com três vitórias e um empate. No momento, o Athletico ocupa a quinta colocação na tabela, com 16 pontos. Já o Leão da Pici é o lanterna, com apenas seis pontos conquistados. 

Outro ponto de motivaçaõ para a equipe athleticana é a boa sequência fora de casa. O Furacão venceu as duas últimas partidas que realizou fora de Curitiba, contra Cuiabá e Juventude.

Para o duelo deste domingo, o técnico Felipão tem duas ausências garantidas. O atacante Pablo e o zagueiro Pedro Henrique receberam o terceiro cartão amarelo na Serra Gaúcha e ficam de foram do confronto contra o Leão.

Na defesa, Matheus Felipe deve ganhar uma nova chance entre os titulares. Já no ataque, Marcelo Cirino e Rômulo foram as opções testadas nos treinos.

Outro desfalque é o volante Christian, que ficou suspenso no duelo contra Juventude, mas não viajou com a equipe para Fortaleza por conta de dores no joelho.

O Furacão também deve ter alterações em sua equipe. Na última coletiva, Felipão falou sobre a possbilidade de poupar algumas peças contra o Leão da Pici. Pedro Rocha foi poupado e não viajou. Na sua vaga, Léo Cittadini deve iniciar a partida. 

FICHA TÉCNICA FORTALEZA X ATHLETICO

Data, horário e local: domingo (12/06/2022), às 19h, na Arena Castelão, em Fortaleza.

Onde assistir Fortaleza x Athletico: Sportv e Premiere. 

Prováveis escalações:

Fortaleza: Marcelo Boeck; Landázuri, Titi, Ceballos; Pikachu, Felipe, Hércules, Lucas Lima, Juninho Capixaba (Crispim); Moisés e Romero. Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Athletico: Bento; Khellven, Matheus Felipe, Nico Hernández e Abner; Hugo Moura, Matheus Fernandes e David Terans; Cuello, Léo Cittadini e Marcelo Cirino (Rômulo) Técnico: Luiz Felipe Scolari. 

Arbitragem: Andre Luiz de Freitas Castro (GO), auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA/GO) e Tiago Gomes da Silva (GO). O responsável pelo árbitro de vídeo (VAR) Daiane Caroline Muniz dos Santos (FIFA/SP).