Athletico goleia FC Cascavel e encaminha vaga à final do Paranaense

Rafael Nascimento


O Athletico goleou o FC Cascavel por 5 a 1 na noite deste domingo (26), na Arena da Baixada, em Curitiba, no jogo de ida da fase semifinal, e encaminhou vaga à decisão do Estadual.

Sensação do Paranaense, o FC Cascavel fez um jogo de alta intensidade, mas não conseguiu segurar o ataque rubro-negro: Lucas Halter, Nikão, Marquinhos Gabriel e Guilherme Bissoli, duas vezes, anotaram os gols athleticanos, enquanto Henrique descontou para a Serpente Aurinegra.

O jogo foi realizado com portões fechados por conta do protocolo estadual de segurança devido à pandemia da covid-19.

A partida de volta entre os times será na quarta-feira (29), às 18h, no Olímpico Regional, em Cascavel. Atual bicampeão, o Athletico pode perder por até três gols de diferença que avança à final do Estadual.

ALTA INTENSIDADE E CHUVA DE GOLS

Athletico e FC Cascavel provaram nas quartas de final que estão com a pontaria afiada no Estadual, afinal ambos golearam seus adversários, Londrina e Rio Branco, respectivamente, no jogo de volta da fase por 5 a 0 – prenúncio de uma partida recheada de gols.

O jogo começou em alta intensidade. A primeira chance do jogo foi do Rubro-Negro aos 2 minutos, após cobrança de falta de Marquinhos Gabriel e desvio de Bissoli.

Com a marcação alta, a Serpente buscava espaços para penetrar no campo do athleticano, mas encontrava dificuldades em passar pelo sistema defensivo adversário. O Furacão apostava em boas trocas de passes, e explorando o jogo pelos lados do campo abriu o placar aos 22 minutos, na bola parada.

Após cobrança de falta de Marquinhos Gabriel pela esquerda, Lucas Halter testou e acertou o ângulo do goleiro Raul: 1×0.

Mesmo em desvantagem, o FC Cascavel não freou seu ímpeto e seguiu apertando a saída de jogo athleticana. Mesmo assim, o time da casa seguia capitalizando as melhores chances e ampliou o placar com Guilherme Bissoli. Aos 33, o camisa 17 recebeu assistência de Léo Cittadini, dominou entre dois zagueiros e deslocou o goleiro: 2×0.

Só que não à toa o FC Cascavel possui uma das melhores campanhas do campeonato – superior que a do próprio Athletico. Quando a primeira etapa ia se encaminhando para o fim, aos 44 Quaresma subiu pela esquerda e cruzou para a área rubro-negra. Após bate-rebate, Henrique encontrou a bola e empurrou para o gol: 2×1.

ATHLETICO AMPLIA VANTAGEM 

Assim como no primeiro tempo, a etapa final começou acelerada – e com gol do Athletico aos 48 segundos. O lateral Adriano, que havia entrado no intervalo, encontrou Nikão na direita. O atacante arriscou o chute e contou com desvio na zaga do Cascavel para marcar seu quinto gol na competição.

A resposta do FC Cascavel veio no minuto seguinte com Henrique, na entrada da pequena área e livre de marcação, mas o atacante furou a bola.

A jogada do quarto gol athleticano também sairia dos pés de Adriano. O lateral-esquerdo foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para a área, aos 14. A bola sobrou para Marquinhos Gabriel, que só escorou para ampliar: 4×1. O camisa 10 por muito pouco ainda não marcou o quinto aos 24, mas Raul espalmou o chute para escanteio.

Mesmo com o placar confortável, o time de Dorival Júnior não quis saber de tirar o pé e administrar o resultado. Pelo contrário, seguia explorando seu jogo pelos lados do campo e chegou a 5×1 com Bissoli, aos 25. O atacante se aproveitou da saída errada da zaga adversária e chutou rasteiro no canto.

O ritmo frenético da partida caiu a partir dos 30 minutos. Mesmo assim, as equipes seguiram alternando bons momentos. Mas o placar já estava consolidado: 5×1 Athletico.

ARTILHEIRO DO ESTADUAL

Com dois gols na partida desde domingo na Arena da Baixada, Guilherme Bissoli se tornou um dos artilheiros do Campeonato Paranaense 2020. Além dele, o também athleticano Pedrinho e Lucas Tocantins, do FC Cascavel, somam seis gols/cada.

FICHA TÉCNICA

Campeonato  Paranaense 2020

Semifinal – jogo de ida

Athletico 5×1 FC Cascavel

Horário: 18h

Local: Arena da Baixada, em Curitiba

Arbitragem: Leonardo Sígari Zanon, auxiliado por Ivan Carlos Bohn e Jefferson Cleiton Piva da Silva

Gols: Lucas Halter (22 do 1º T), Bissoli (33 do 1º T e 26 do 2ºT), Nikão (1 do 2º T) e Marquinhos Gabriel (14 do 2º T); Henrique (44 do 1º T)

Athletico: Santos; Erick, Lucas Halter, Thiago Heleno e Márcio Azevedo (Adriano); Wellington; Léo Cittadini (Lucho González); Marquinhos Gabriel, Carlos Eduardo (Jajá) e Nikão; Guilherme Bissoli. Técnico: Dorival Júnior

FC Cascavel: Raul; Libano, Afonso, Marcel e Quaresma (Willian); Duda, Oberdan e Adenilson; Henrique, Lucas Tocantins e Magno. Técnico: Marcelo Caranhato

Previous ArticleNext Article