Athletico visita o Juventude para tentar voltar ao G6

Furacão deve ter apenas uma alteração em relação a equipe que empatou contra o Santos e tem novidade entre os relacionados

Gabriel Sawaf - 08 de junho de 2022, 09:25

Geraldo Bubniak/AGB
Geraldo Bubniak/AGB

O Athletico entra em campo na noite desta quarta-feira (08), às 19h, para encarar o Juventude, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. A partida é válida pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. 

O Rubro-Negro tentar retornar ao G6 da competição, após o empate contra o Santos, no último sábado (04). No momento, o Athletico é o 8º colocado, com 13 pontos, um a menos que o São Paulo, que é o sexto, e o Coritiba, que é o quarto.

Já o Juventude está na zona de rebaixamento, na 18ª colocação, com dez pontos. A equipe jaconeira vem de vitória contra o Fluminense, por 1 a 0, e tenta emplacar uma sequência de vitórias pela primeira vez na competição. 

A partida terá transmissão na TV fechada pelo Sportv e pelo canal Premiere, no sistema pey-per-view, além do Premiere Play. 

Para o duelo na serra gaúcha, o Furacão não irá contar com o volante Christian, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Na sua vaga, Matheus Fernandes deve ter uma oportunidade. O jogador já atuou em 15 partidas na temporada, sendo dez como titular.

O Atheltico também não conta com o atacante Vitor Roque, que está na seleção brasileira Sub-20, e Agustín Canobbio, que está com a seleção uruguaia. Quem está de votla ao grupo é Marcelo Cirino, que retorna de lesão. 

FICHA TÉCNICA - JUVENTUDE X ATHLETICO

Onde assistir ao vivo: Sportv, Premiere e Premiere Play

Data, horário e local: quarta-feira (07), às 19h, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. 

Prováveis escalações:


Juventude: César; Rômulo, Vitor Mendes, Rafael Foster e Moraes; Jean (Yuri Lima), Jadson, Chico e Paulo Henrique; Vitor Gabriel e Isidro Pitta. Técnico: Eduardo Baptista.

Athletico: Bento; Khellven, Pedro Henrique, Nico Hernández e Abner; Hugo Moura, Matheus Fernandes e David Terans; Cuello, Pedro Rocha e Pablo. Técnico: Luiz Felipe Scolari. 

Arbitragem: Luiz Flavio de Oliveira (FIFA/SP), auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA/SP) e Evandro de Melo Lima (SP). O responsável pelo árbitro de vídeo (VAR) será Igor Junio Benevenuto de Oliveira (FIFA/SP).