Athletico Paranaense empata com Cruzeiro na estreia de Eduardo Barros

Jorge de Sousa

Athletico Paranaense - Cruzeiro - Campeonato Brasileiro

A estreia de Eduardo Barros no comando do Athletico Paranaense foi ofuscada pela partida de Fábio, que garantiu o empate em 0 a 0 e um ponto importante para o Cruzeiro na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, na noite desta quarta-feira (6).

O duelo válido pela 31ª rodada do Brasileirão foi realizado na Arena da Baixada, em Curitiba.

O empate deixa o Athletico Paranaense na sétima posição com 47 pontos, sem qualquer preocupação para o restante do Brasileirão.

Já o Cruzeiro chega a 34 pontos e pode retornar a zona de rebaixamento nessa rodada. A equipe agora seca Botafogo, Ceará e Fluminense para se manter na 14ª posição do campeonato.

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam neste domingo (10), pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Athletico Paranaense encara o São Paulo no Morumbi, às 16h.

Enquanto o Cruzeiro tem clássico contra o Atlético Mineiro no Mineirão, às 16h.

O JOGO

A primeira chance do jogo foi do Cruzeiro aos oito minutos. Edilson cruzou na marca do pênalti e Robinho tentou o chute de primeira. Mas o meia pegou mal na bola e mandou longe do gol.

O Athletico Paranaense respondeu aos 13 e 15 minutos, mas parou em Fábio em ambas as vezes. Primeiro Nikão finaliza rasteiro e o goleiro espalmou para escanteio. Na cobrança, Márcio Azevedo encontrou Thiago Heleno e o zagueiro obrigou elástica intervenção do arqueiro.

Aos 30 minutos, nova bela defesa de Fábio. Bruno Guimarães recebe na área e finaliza firme para o goleiro espalmar.

O Cruzeiro respondeu aos 40 minutos. Dodô arriscou da intermediária, a bola pegou efeito e quase enganou Santos, que teve trabalho para espalmar para escanteio.

Só que Fábio voltou a aparecer no final da primeira etapa. Primeiro Rony recebeu na pequena área e bateu no contrapé do goleiro, que ainda deu um tapa na bola para evitar o gol. No lance seguinte, Marco Rúben finalizou da entrada da área e o arqueiro segurou firme o chute.

O primeiro lance de perigo do segundo tempo foi do Cruzeiro. Sassá recebeu na entrada da área e finalizou para bela defesa de Santos.

Mas Sassá tentou enganar a arbitragem aos 12 minutos e foi expulso. Ao ser lançado na área, o centroavante ajeitou a bola no braço e marcou o gol. Além de ter o tento anulado, o atacante recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Com um jogador a menos, Fábio continuou a salvar o Cruzeiro. Bruno Nazário recebeu cruzamento na medida e cabeceou para mais uma defesa difícil do goleiro.

O Cruzeiro respondeu aos 41 minutos. Ezequiel recebeu no canto da área e arriscou sem ângulo para o gol. A bola explodiu no poste esquerdo.

Previous ArticleNext Article