Athletico Paranaense vence Botafogo e segue invicto com Eduardo Barros

Jorge de Sousa

Athletico Paranaense - Botafogo - Campeonato Brasileiro

No terceiro jogo sob o comando de Eduardo Barros, o Athletico Paranaense manteve sua invencibilidade ao bater o Botafogo por 1 a 0, na noite deste domingo (17). Ao todo são duas vitórias e um empate com o treinador interino.

O duelo válido pela 33ª rodada foi realizado na Arena da Baixada, em Curitiba.

Thonny Anderson marcou o gol da vitória do Athletico Paranaense.

A vitória deixa o Athletico Paranaense na quinta posição com 53 pontos, mesma pontuação do São Paulo, mas o rubro-negro tem a vantagem no número de vitórias (15 a 14).

Já o Botafogo segue em situação complicada no Brasileiro. A equipe está na 15ª posição com 36 pontos, apenas um acima do Cruzeiro, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento e que ainda entra em campo nesta rodada.

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo no próximo domingo (24), pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Athletico Paranaense viaja para Belo Horizonte para encarar o Atlético Mineiro, às 16h.

Já o Botafogo recebe o Corinthians no Engenhão, às 16h.

O JOGO

A primeira chance do jogo foi do Athletico Paranaense aos 18 minutos. Khellven arriscou falta lateral direta e Diego Cavalieri conseguiu a defesa.

Aos 20 minutos, em cobrança de escanteio de Khellven, Igor Cássio bateu o braço na bola e após a consulta ao VAR, o árbitro Braulio da Silva Machado assinalou a penalidade.

Marcelo Cirino foi para a cobrança e bateu muito desviado, à esquerda do gol e perdeu a chance de abrir o placar.

O Botafogo quase empatou aos 43 minutos. Leonardo Valencia cruzou e Cícero escorou perto do travessão.

O Athletico Paranaense quase abriu o placar aos cinco minutos. Rony fez boa jogada e rolou para Nikão na pequena área. O meia estava sozinho, mas bateu muito embaixo da bola e perdeu chance incrível.

Nova chance do Athletico Paranaense aos sete minutos. Camacho recebeu na entrada da área e finalizou firme. A bola raspou no travessão e foi para fora.

Mas aos 13 minutos o Athletico Paranaense não desperdiçou sua chance. Rony puxou contra-ataque rápido e rolou para Thonny Anderson. O meia finalizou firme e Diego Cavalieri chegou a tocar na bola, mas não evitou o gol.

Marcelo Cirino teve a chance para ampliar aos 17 minutos. Após tabelar com Thonny Anderson, o atacante bateu cruzado e acertou a rede pelo lado de fora.

O Athletico Paranaense chegou a ter um gol anulado pelo VAR aos 24 minutos. Após cruzamento, Thiago Heleno cabeceou para o gol, mas Machado entendeu que Marcelo Cirino, que estava em posição de impedimento, interferiu no andamento da jogada.

Previous ArticleNext Article