Paulo Autuori confia na vaga do Athletico: Vantagem mínima não garante nada

O diretor técnico do Athletico, Paulo Autuori, acredita que o confronto das quartas de final da Sul-Americana ainda está..

Pedro Melo - 13 de agosto de 2021, 08:35

(Maurício Mano/Athletico)
(Maurício Mano/Athletico)

O diretor técnico do Athletico, Paulo Autuori, acredita que o confronto das quartas de final da Sul-Americana ainda está em aberto. O Rubro-Negro perdeu para a LDU por 1 a 0 e tem que vencer na Arena da Baixada para evitar a eliminação.

"A eliminatória está em aberto. Uma vantagem mínima não garante absolutamente nada. O Athletico dentro de casa pode fazer o jogo que normalmente faz e reverter o resultado", afirmou o dirigente rubro-negro.

Com a derrota em Quito, o Athletico tem que ganhar por dois gols de diferença para avançar no tempo normal. Se vencer por 1 a 0, a decisão vai para os pênaltis. Já a LDU joga pelo empate ou derrota por um gol de diferença a partir por 2 a 1. A Sul-Americana tem o critério do gol fora de casa.

Em relação ao time, a principal novidade na escalação foi a presença do lateral-esquerdo Nicolas improvisado na linha de três zagueiros. Paulo Autuori destacou a atuação do jogador do Furacão. "O Nicolas fez um belíssimo jogo para quem tem um olhar profundo e complexo para o futebol. Isso é a estratégia montada pela equipe técnica. A decisão foi da mesma que forma que se decidiu para as outras partidas. Quando se ganha, não se fala em estratégia. Quando se perde, quer se achar algum tipo ", comentou.

Antes da partida de volta na próxima quinta-feira, o Athletico joga pelo Campeonato Brasileiro contra o Cuiabá. O jogo é no domingo (15), às 18h15, na Arena Pantanal. Como a prioridade é a disputa da Sul-Americana, a tendência é que alguns titulares sejam poupados.

AGENDA DO ATHLETICO

  • Cuiabá, 15/08 (domingo), às 18h15, na Arena Pantanal
  • LDU, 19/08 (quinta-feira), às 19h15, na Arena da Baixada
  • Corinthians, 22/08 (domingo), às 16h, na Arena da Baixada
  • Santos, 25/08 (quarta-feira), às 19h, na Arena da Baixada