Athletico perde para o Vasco e chega a seis jogos sem vencer

Vinicius Cordeiro

vasco athletico brasileirão

O Athletico Paranaense perdeu para o Vasco por 1 a 0 neste domingo (6) e alcançou a marca de seis jogos sem vitória no Brasileirão 2020. O duelo, realizado em São Januário, foi definido com gol do atacante Cano.

O revés ainda mantém um tabu: o Athletico nunca venceu em São Januário. Agora são 22 jogos diante o time cruzmaltino e o Furacão soma 15 derrotas e sete empates.

A última vitória foi contra o Goiás no dia 12 de agosto, pela segunda rodada da Série A. Desde então, o desempenho da equipe sofreu uma queda brusca e somou derrotas contra Santos, Palmeiras, Fluminense e São Paulo além do empate contra o Bragantino. A última sequência tão ruim assim foi em maio de 2018, quando o Furacão perdeu cinco jogos seguidos enquanto era comandado por Fernando Diniz.

A série ruim liga o alerta para a disputa da Libertadores da América. O Athletico voltará a disputar o torneio continental no próximo dia 15, quando encara o Jorge Wilstermann.

CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE A E PRÓXIMOS JOGOS

Com o novo tropeço, o Athletico permanece com sete pontos e é o 16° colocado. Caso o Coritiba vença o Atlético Mineiro no jogo que completa a rodada, o Alviverde ultrapassa o Furacão. Na próxima rodada, o clube recebe o Botafogo na Arena da Baixada. O jogo está marcado para a próxima quarta-feira (9), às 17h30.

Já o Vasco se recuperou da derrota no clássico contra o Fluminense e chegou aos 14 pontos. O time vascaíno aparece no terceiro lugar, mas pode perder a posição caso o Galo derrote o Coxa.

A equipe comandada por Ramon Menezes volta a campo na quinta-feira (10), às 21h, contra o Atlético Goianiense.

VASCO MARCA COM CANO E ATHLETICO NÃO CHEGA AO EMPATE

vasco athletico
Cano (centro) comemora o gol com Talles Magno (esq.) e Benítez. (Rafael Ribeiro/Vasco)

O Vasco foi superior na partida inteira e marcou o primeiro logo aos seis minutos. Em um contra-ataque, Benítez tabelou com Pikachu e cruzou rasteiro para Cano, livre de marcação, completar para o fundo das redes.

O Athletico respondeu com Geuvânio, que bateu firme e viu Fernando Miguel espalmar. O goleiro vascaíno também defendeu o chute de Bissoli após cruzamento de Erick. Pelos cariocas, o goleiro Santos trabalhou na cobrança fechada de escanteio de Benítez e agarrou a pancada de Neto Borges.

Na etapa final, o goleiro Fernando Miguel fez mais uma boa defesa na tentativa de Erick. O Vasco chegou a ampliar com Ribamar, mas o VAR anulou o gol por falta de Bruno Gomes em Christian na jogada.

No último lance do jogo, o Pedrinho desperdiçou um ótimo lance e mandou pela linha de fundo.

Previous ArticleNext Article