Athletico: “Por que não podemos ser campeões do mundo?”, questiona Petraglia

Mario Celso Petraglia mantém o sonho do Athletico conquistar o título do Mundial de Clubes nos próximos anos e aposta na formação de jogadores

Pedro Melo - 25 de janeiro de 2022, 14:23

(Gustavo Oliveira/Athletico)
(Gustavo Oliveira/Athletico)

O presidente Mario Celso Petraglia ressaltou que o Athletico mantém o sonho de conquistar um título mundial nos próximos anos. Em diversas ocasiões, o mandatário afirmou que o clube ganharia o Mundial de Clubes em até dez anos após a entrega da Arena da Baixada para a Copa do Mundo de 2014.

“Por que não podemos ser campeões do mundo? Se o Corinthians foi, o Internacional foi, o Santos foi, o São Paulo foi, por que não? O mundo está aberto. Depende da competência, da crença e de como buscar o caminho. Ninguém vai nos impedir. Claro que teremos dificuldades, políticas contrárias. Nós estamos criando as condições e as forças para chegarmos lá”, afirmou o presidente rubro-negro.

Para alcançar o objetivo de ganhar o Mundial, o Athletico aposta na formação de jogadores. De acordo com Petraglia, um dos próximos passos é se tornar o maior clube formador do mundo. “Disse que em dez anos seríamos campeões do mundo, ainda não venceu o prazo, mesmo com os dois anos da pandemia. Agora além de campeões do mundo, nós queremos ser o maior clube formador de atletas de alta performance no mundo”, afirmou.

O responsável agora por coordenar as categorias de formação é o ex-goleiro Fernando Yamada. “O Yamada vem substituir um executivo nosso na área de formação de talentos, de formação de atletas de base. Vem do Corinthians, esteve lá alguns anos. Foi ex-jogador, tem uma larga experiência profissional”, ressaltou Petraglia.

Além de Yamada, o Athletico também trouxe Alexandre Mattos, CEO de Negócios de Futebol e Áreas Nacional e Internacional, e Carlinhos Neves, Coordenador do Núcleo de Saúde e Performance. Ricardo Gomes chegou há poucas semanas para o cargo de diretor de futebol e Paulo Autuori permanece como diretor-técnico.

AGENDA DO ATHLETICO

  • Maringá: 26/01, às 21h30, no Willie Davids
  • Independente São-Joseense: 29/01, às 20h, na Arena da Baixada
  • Londrina: 03/02, às 21h30, no estádio do Café
  • União: 05/02, às 16h, na Arena da Baixada
  • Rio Branco: 09/02, às 20h, na Arena da Baixada