Athletico-PR vence Vasco da Gama e se afasta da zona de rebaixamento

Jorge de Sousa

Athletico-PR vence Vasco da Gama e se afasta da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro

O Athletico-PR venceu o Vasco por 3 a 0 na tarde deste domingo (27) e abriu boa vantagem na luta contra a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Nikão e Carlos Eduardo (duas vezes) marcaram os gols da vitória do Athletico-PR.

O duelo foi realizado na Arena da Baixada, em Curitiba, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

A vitória deixou o Athletico-PR com 34 pontos – seis acima do Vasco, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Vale lembrar que a equipe carioca tem um jogo a cumprir contra o Palmeiras, adiado da primeira rodada da competição.

As duas equipes voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro apenas em janeiro. O Athletico-PR visita o Botafogo no Engenhão, na quarta-feira (6), às 19h15, enquanto o Vasco viaja para duelar contra o Atlético-GO, na quinta-feira (7), às 21h.

ATHLETICO-PR FORTE NO ATAQUE E COM ‘SORTE’ NA DEFESA

O Vasco da Gama criou boa chance logo aos dois minutos de jogo. Neto Borges cruzou da direita e Vinícius apareceu livre no segundo poste, mas furou a finalização.

A resposta do Athletico-PR veio no minuto seguinte. Nikão cobrou escanteio da esquerda e Thiago Heleno cabeceou firme perto do travessão de Fernando Miguel.

Nova chance do Athletico-PR aos nove minutos. Nikão recebeu na direita e ajeitou para Richard emendar de primeira, com a finalização passando rente ao poste direito.

A pressão do Athletico-PR resultou em gol aos dez minutos. Neto Borges foi desarmado por Richard no campo de defesa e o volante rolou para Nikão bater firme da entrada da área no canto direito.

Germán Cano marcou gol que foi anulado aos 34 minutos. Neto Borges bateu falta lateral na área e o centroavante apareceu livre para completar para as redes, mas a posição do atleta era de impedimento.

O Athletico-PR conseguiu ampliar o marcador aos 37 minutos. Novamente o Vasco saiu jogando errado e Nikão rolou para Léo Cittadini arriscar da intermediária. Fernando Miguel espalmou para frente e Carlos Eduardo completou para as redes.

Juninho quase marcou um belo gol na Arena da Baixada aos 40 minutos. Juninho pegou a bola no meio-campo, fintou três marcadores e bateu firme, mas Santos fez firme defesa.

O Vasco teve outro gol anulado pela arbitragem aos dois minutos do segundo tempo. Gustavo Torres recuperou a bola no campo de ataque e tentou o passe para Talles Magno, a bola desviou e sobrou para Cano bater na saída de Santos. Mas o VAR assinalou impedimento do centroavante.

Nikão quase marcou o seu segundo gol na partida aos dez minutos. O meia avançou pelo centro e arriscou a finalização de média distância para Fernando Miguel espalmar no canto direito.

O goleiro do Vasco salvou novamente o Vasco aos 11 minutos. Dessa vez, foi Christian quem arriscou a finalização de fora da área e o goleiro foi buscar no canto esquerdo.

A resposta do Vasco veio no minuto seguinte. Léo Gil cruzou da esquerda e Gustavo Torres apareceu livre no segundo poste para cabecear rente ao travessão.

Só que foi o Athletico-PR quem marcou novamente na Arena da Baixada. Aos 15 minutos, Carlos Eduardo arriscou da intermediária e acertou bela finalização no canto direito.

Nova chance perdida pelo ataque do Vasco aos 22 minutos. Léo Gil cobrou escanteio e Werley ganhou pelo alto no segundo poste, cabeceando perto do travessão de Santos.

Walter quase transformou o placar em goleada aos 24 minutos. O centroavante recebeu na entrada da área e bateu rente ao poste direito de Fernando Miguel.

Cano perdeu chance incrível para descontar o placar aos 35 minutos. Yago Pikachu fez bom lançamento ao centroavante, que se enrolou na hora de dominar e foi desarmado por Thiago Heleno.

Nikão teve nova chance para dobrar a conta de gols aos 42 minutos. A defesa do Vasco errou o corte e Jádson encontrou Walter na área, com o centroavante servindo o meia com bom passe de peito, mas a finalização de Nikão saiu à direita da meta.

Fernando Miguel ainda evitou a goleada aos 49 minutos. Jádson deu belo passe para Nikão pelo meio da zaga e o meia tentou a batida por cavadinha, mas o goleiro desviou o remate.

LEIA MAIS: Corinthians vence Botafogo e cola na zona de classificação para Libertadores

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="735994" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]