Athletico presta homenagem às vítimas de incêndio no CT do Flamengo

Francielly Azevedo e Vinicius Cordeiro

Athletico-Flamengo (1)

O Athletico fez, neste domingo (10), uma homenagem aos jogadores vítimas do incêndio que deixou 10 mortos no CT do Flamengo, na última sexta-feira (8). Antes de a bola rolar na partida contra o Cianorte, pela última rodada da fase de grupos da Taça Barcímio Sicupira, primeiro turno do Campeonato Paranaense, fotos dos atletas foram exibidas no telão da Arena da Baixada.

Três vítimas do incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo atuaram pelo Furacão. O goleiro Bernardo Pisetta, o meia Gedson Santos e o atacante Victor Isaías não sobreviveram à tragédia da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Os três tinham entre 14 e 15 anos e eram de Santa Catarina.

Neste domingo, uma corrente de oração entre os atletas do Athletico e Cianorte lembrou os três e os outros sete adolescentes que perderam as vidas na tragédia.

 

Foto: Geraldo Bubniak – AGB

O goleiro Pisetta era de Indaial e defendeu o Furacão até julho do ano passado. Já Gedson, conhecido também por “Gedinho”, e Victor nasceram em Florianópolis.

O atacante Victor Isaías começou sua carreira no futsal do Figueirense. Em 2014, foi artilheiro da Copa Catarinense sub-11, ajudando o time a se sagrar campeão. Já no ano passado, já com a camisa do Furacão, foi o maior goleador da ES-CUP, um dos principais torneios entre categorias de base, e acabou se transferindo ao clube carioca em agosto. Também foi empresariado pelo consagrado ex-meia Sávio, que atuou pelo Flamengo na década de 90.

Todos eles também defenderam o Trieste Futebol Clube, clube amador de Curitiba. O time do bairro de Santa Felicidade postou uma homenagem aos três no Facebook.

Foto: Geraldo Bubniak – AGB

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.