Athletico avança às quartas da Libertadores após 17 anos e garante premiação milionária

O Rubro-Negro encerrou um jejum de 17 anos sem passar das oitavas e ainda ficou próximo dos R$ 30 milhões apenas em premiação

Pedro Melo - 06 de julho de 2022, 09:30

(José Tramontin/Athletico)
(José Tramontin/Athletico)

A classificação do Athletico para as quartas de final da Libertadores foi importante dentro e fora de campo. O Rubro-Negro encerrou um jejum de 17 anos sem passar das oitavas e ainda ficou próximo dos R$ 30 milhões apenas em premiação.

O Furacão disputou as quartas de final da Libertadores pela última vez em 2005, quando chegou até a final, mas perdeu para o São Paulo. Durante o mata-mata, o time athleticano passou por Cerro Porteño, Santos e Chivas Guadalajara.

Desde então, o Athletico vinha de uma sequência negativa de três eliminações nas oitavas de final - Santos, em 2017; Boca Juniors, em 2019; e River Plate, em 2020 - e uma na fase de grupos em 2014.

Além disso, a vaga nas quartas garantiu mais US$ 1,5 milhão (aproximadamente R$ 8 milhões) aos cofres athleticanos. Antes, o Rubro-Negro faturou US$ 3 milhões na fase de grupos (R$ 16,1 milhões) e mais US$ 1,05 milhão (R$ 5,66 milhões). O montante total é de cerca de R$ 29,76 milhões.

O adversário do Athletico na próxima fase da Libertadores sai do confronto entre Fortaleza e Estudiantes. A equipe cearense empatou o primeiro jogo em casa em 1 a 1 e vai ter que buscar a classificação inédita em território argentino. A partida acontece na quinta-feira (07), às 21h30, no estádio Jorge Luis Hirschi, em La Plata, na Argentina.

As datas previstas para as quartas de final são das semanas de 02 e 09 de agosto. Independente do adversário, o Furacão vai disputar a primeira partida na Arena da Baixada e decidir a vaga na semi longe de casa.

AGENDA DO ATHLETICO

  • Goiás - sábado (09/07), às 20h30, na Serrinha
  • Bahia - terça-feira (12/07), às 20h30, na Arena da Baixada
  • Internacional - sábado (16/07), às 16h30, na Arena da Baixada