Athletico repudia caso de racismo e promete identificar torcedores

O clube afirmou que já tomou conhecimento do assunto e vai liberar todas as imagens para a apuração por parte das autoridades

Redação - 01 de agosto de 2022, 13:21

(Athletico)
(Athletico)

O Athletico se manifestou, na manhã desta segunda-feira (1º), sobre as acusações do SPFC de casos de racismo na Arena da Baixada. O clube afirmou que já tomou conhecimento do assunto e vai liberar todas as imagens para a apuração por parte das autoridades.

"O Club já está adotando medidas para identificar o que foi objeto de acusação e compromete-se a fornecer as imagens que têm do estádio para apuração do ocorrido pelas autoridades competentes", postou o clube.

Ainda na nota oficial, o Athletico repudiou os atos de racismo e promete "se verificado que houve algum ato criminoso ou desrespeitoso praticado por sócio, submeterá a questão para Câmara de Ética e Disciplina".

O SPFC publicou uma nota oficial que um funcionário teria sido chamado de "macaco" pela torcida athleticana. O caso, segundo o São Paulo, aconteceu logo após o pênalti defendido pelo goleiro Felipe Alves.

Além disso, circula nas redes sociais um vídeo de uma torcedora imitando um macaco.

Vale lembrar que o Atlético-GO foi condenado a perda de um mando de campo pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por um caso de racismo contra o volante Fellipe Bastos, do Goiás. No entanto, o clube conseguiu um efeito suspensivo até o julgamento do Pleno.

LEIA A NOTA DO ATHLETICO

O Club Athletico Paranaense tomou conhecimento sobre as acusações de racismo na partida deste domingo (31), diante do São Paulo.

O Club já está adotando medidas para identificar o que foi objeto de acusação e compromete-se a fornecer as imagens que têm do estádio para apuração do ocorrido pelas autoridades competentes.

O Athletico Paranaense novamente vem manifestar publicamente que repudia veementemente quaisquer atos de racismo e reitera que não tolera e nunca tolerará comportamentos racistas dentro da instituição.

Se verificado que houve algum ato criminoso ou desrespeitoso praticado por Sócio, submeterá a questão para Câmara de Ética e Disciplina.