Athletico perde em casa para o Santos e liga sinal de alerta no Brasileirão; veja o gol

Pedro Melo

Athletico Santos Brasileirão resultado ficha técnica

O Athletico perdeu em casa para o Santos por 1 a 0, completou cinco jogos sem vencer no Brasileirão e se aproximou da zona de rebaixamento. O único gol da partida foi marcado pelo lateral-direito Madson, que aproveitou cruzamento de Marcos Guilherme e fez de cabeça.

Com a quarta derrota nas últimas cinco rodadas, o Rubro-Negro estacionou nos 34 pontos e caiu para a 13ª colocação do Brasileirão. A vantagem para a zona de rebaixamento é de somente cinco pontos. Do outro lado, o Alvinegro ultrapassou o adversário e subiu para o 11º lugar, com 35.

O técnico Alberto Valentim terá pouco tempo de descanso até a próxima partida. O Athletico volta a campo já na terça-feira (02), às 16h, para enfrentar o Flamengo, em jogo atrasado da 4ª rodada. Já o Santos joga novamente apenas no dia 07, no clássico contra o Palmeiras.

ATHLETICO SOFRE COM LEI DO EX NA DERROTA PARA O SANTOS

Sem a mesma intensidade do jogo com o Flamengo, o Athletico começou melhor a partida e criou a grande chance aos 14 minutos. Zé Ivaldo levantou a bola na área, Pedro Rocha cabeceou no contrapé, mas João Paulo fez grande defesa. No rebote, Robson Reis afastou e ainda sofreu falta de Renato Kayzer.

Do outro lado, o Santos sofreu com a falta de criatividade pelo lado direito e levou perigo apenas pela esquerda. Aos 24, Marcos Guilherme aproveitou cruzamento e levou perigo. Cinco minutos depois, Diego Tardelli recebeu em projeção na área, tentou o toque por cima, mas o goleiro Santos fechou bem a meta. E no lance seguinte, Danilo Boza quase marcou de cabeça e mandou por cima do gol.

O Santos voltou melhor no segundo tempo e precisou de apenas dois minutos para abrir o placar. Marcos Guilherme recebeu na esquerda e cruzou na área. Madson subiu mais que o marcador e cabeceou forte para o fundo das redes. Jogada de dois ex-jogadores do Athletico para colocar o time santista na frente.


Depois de sofrer o gol, o Furacão dominou completamente a partida em busca do gol de empate. Aos cinco minutos, Christian cruzou rasteiro na pequena área e David Terans, sem marcação e com o goleiro fora do lance, mandou por cima do gol. E aos 11, Marcinho chutou da entrada da área e mandou próximo da trave.

A pressão rubro-negra continuou durante o segundo, mas João Paulo estava em um dia inspirado. Aos 16, Erick ganhou de Diego Tardelli e chutou com força para ótima defesa do goleiro santista. Três minutos, Zé Ivaldo quase marcou de cabeça, porém, parou na defesa do camisa 34.

O Athletico ficou ainda mais ofensivo na reta final e teve mais uma grande chance aos 29 minutos. Após cruzamento na área, Renato Kayzer subiu mais que a defesa e mandou no travessão. Do outro lado, o Santos, que estava todo na defesa, quase ampliou em contra-ataque. Lucas Braga fez o corte, mas foi travado pela defesa e a bola ficou tranquila com o goleiro Santos.

Nos minutos finais, o jogo foi todo ataque contra defesa e o Furacão criou a última oportunidade aos 46. Christian tabelou dentro da área, ficou cara a cara com João Paulo e chuta. O goleiro santista fechou bem a meta e garantiu a vitória.

FICHA TÉCNICA – 29ª RODADA DO BRASILEIRÃO

Data, horário e local: sábado (30/10), às 17h, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Athletico: Santos; Zé Ivaldo, Thiago Heleno e Nicolás Hernández (Nikão); Marcinho (Khellven), Erick (Léo Cittadini), Christian e Abner; Pedro Rocha (Guilherme Bissoli), Renato Kayzer e David Terans. Técnico: Alberto Valentim.

Santos: João Paulo; Danilo Boza, Robson e Emiliano Velázquez (Wagner Leonardo); Madson, Vinicius Balieiro, Felipe Jonatan (Carlos Sánchez), Marcos Guilherme (Pará) e Lucas Braga; Ângelo (Moraes) e Diego Tardelli (Raniel). Técnico: Fábio Carille.

Gol: Madson (SAN), aos 2′ do segundo tempo.

Cartões amarelos: João Paulo e Vinicius Baliero (SAN); Zé Ivaldo (CAP).

Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden (RS), auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS). O árbitro de vídeo é Rodrigo Dalonso Ferreira (SC).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="800397" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]